RESENHA: A última carta de amor - Jojo Moyes



A Última Carta de Amor foi minha primeira experiência com a autora Jojo Moyes, mas só agora resolvi fazer resenha, pois quando li esse livro ainda não escrevia para o blog. Mas esse é um daqueles que certamente merecem uma resenha.
A primeira coisa a se notar sobre os livros da autora são as capas, sempre fofas.
A segunda questão é que para muitas pessoas um mesmo livro narrado por 2 personagens ou que se passa em duas épocas diferentes pode gerar algum grau de confusão, como A Menina Que Roubava Livros, por exemplo, mas se você persistir na leitura e tiver paciência, vai perceber que  na maioria dos casos o livro acaba valendo a pena e no caso desse livro o quanto pode ser romântico e doce.


O livro vai nos contar a história de Jennifer, que em 1960 acorda em um hospital após um acidente de carro e sem se lembrar do seu passado. Quando ela vai para casa com o marido, que parece ser muito amável ela descobre cartas de amor endereçadas a ela assinadas apenas por "B" e descobre que está vivendo um romance fora do casamento. 40 anos depois Ellie encontra uma dessas cartas nos arquivos do jornal em que trabalha e decide investigar quem são essas pessoas do passado e se elas conseguiram seu final feliz. O livro basicamente intercalando as descobertas de Jennifer e a lembrança do seu passado com a busca de Ellie no presente que vive um relacionamento com homem casado, então as cartas de amor parecem motivá-la a ir mais a fundo nessa busca. E ao invés de uma história de amor, você tem duas.


Você passa a conviver com Jennifer e suas decisões sobre as descobertas pós-acidente e fica se perguntando se talvez não tenha sido melhor perder a memória e tentar um novo começo com o marido ou arriscar tudo sem saber onde chegar esperando encontrar o amor da sua vida no fim desse mistério. Enquanto no presente Ellie vai juntando pistas para escrever uma matéria para o jornal e vivendo seu próprio drama pessoal com esse homem que ela ama, mas não parece disposto a abandonar tudo por ela. E você passa a torcer para que Ellie perceba o quanto ela merece um futuro melhor do que está sendo oferecido a ela nesse momento.


Como eu disse antes, os capítulos podem ser um pouco confusos, mas o livro realmente vale a pena. E na minha opinião, até agora a autora tem nos oferecido livros encantadores, mesmo que nem todos os seus livros terminem com o final esperado pelo leitor.

Por favor, comentem, deixem suas opiniões e sugestões.


Tem 27 anos, é formada em hotelaria e é aquariana em todos os sentidos. Apaixonada por livros, julga-os pela capa e adora uma boa promoção. Também gosta de filmes de todos os gêneros, principalmente terror. Adora assistir séries de TV junto com o maridão e música boa, apesar de não entender muito de música.

1 comentários:

  1. Que enredo maravilhoso, e essa capa em?
    Quem nunca teve coisas mutuadas assim, e foi super genial usar como a capa.
    Adorei.
    Sexo, Fraldas e Rock'n Roll

    ResponderExcluir

Comente! Sua opinião é muito importante para nós.