RESENHA: O lado bom da vida - Matthew Quick



Oi pessoal, eu sou a Carol, resenhista aqui no Drunk, e hoje trouxe para vocês mais uma resenha, e dessa vez é do livro “O lado bom da vida” dou autor Matthew Quick. Geralmente faço resenhas em vídeos, mas é que ando um pouco sem tempo para filmar, mas mesmo assim não deixei de fazer resenhas para vocês. Então vem conferir essa...


“O lado bom da vida” nos traz a história de Pat, um ex professor que, logo após o fim do seu casamento com Nikki, foi parar em um sanatório, onde tratam doentes mentais.
Acontece que Pat, mesmo saindo do sanatório e indo morar com seus pais, ainda continua acreditando que Nikki vai voltar para ele. Ele não se lembra de nada do que aconteceu antes de ir para o “lugar ruim”, que é como ele chama o hospício, só lembra que Nikki pediu um tempo para ele, e com isso ele espera pelo fim do tempo separados. Viciado em exercício físicos, Pat só consegue pensar em Nikki e em se tornar uma pessoa melhor para agradar Nikki, tudo para ele é relacionado à Nikki.
Acontece que ele conhece Tiffany, e meio que sua vida começa a mudar. Tiffany também sofre alguns distúrbios, pois logo após a morte do seu marido ela entrou em uma depressão profunda, e faz tratamento para se curar, assim como Pat.
Pat e Tiffany começam uma amizade um tanto esquisita, porém uma amizade que vai ajudar ambos a enfrentarem os seus problemas e que vai transformar a vida de cada um para algo melhor.


O que eu achei: Achei a história bem interessante, tem uma pitada de comédia misturada com drama, e faz você querer cuidar de Pat e ajudar Tiffany a enfrentar seus problemas. Gostei muito e confesso que quase chorei (mas não chorei, fui super controlada rs), mas não foi porque a história é triste e sim porque é uma história bonita e cheia de sentimentos.
Sobre a capa e a escrita: Bom, a capa é a do filme, então não gostei muito, pois não consigo imaginar outro Pat e outra Tiffany sem ser eles que estão na capa rs. Mas gostei do jeito que ela foi elaborada com metade do rosto deles, e com essas escritas no meio.

A escrita é bem fácil, tornando a leitura rápida, eu li em menos de 1 semana, sem dificuldade nenhuma.


Nota que dou e por que? Dou nota 9, porque não gostei da capa ser a mesma do filme rs.
Recomendo para leitura? Siiim!!! É uma leitura bem tranquila e nos faz pensar se estamos no caminho de encontrar o lado bom da vida. Vale muito a pena.


Página 7 – “Não preciso olhar para cima para saber que mamãe está fazendo outra visita surpresa. Suas unhas dos pés estão sempre cor de rosa nos meses de verão, e eu reconheço o motivo floral impresso em suas sandálias de couro; ela as comprou na última vez em que me tirou do lugar ruim e me levou ao shopping.”
Página 103 – “Estou muito perturbado com o sonho que tive, mas entendo que foi apenas um sonho, e, apesar de tudo que aconteceu, meu pai ainda está deixando as páginas de esporte após uma das piores derrotas dos Eagles. Então respiro fundo. Permito-me sentir esperança novamente e começo a minha série de exercícios.”




Carol tem 24 anos, é dona do blog Menina Atitude, e resenhista aqui do blog. Ama ler e viajar. É uma garota sonhadora, delicada e alegre, adora procurar dicas legais na internet e compartilhar com os leitores do sue blog!!!

0 comentários:

Postar um comentário

Comente! Sua opinião é muito importante para nós.