RESENHA: O Duque e Eu - Julia Quinn



Booom dia pessoal, como é que vocês estão? Espero que maravilhosamente bem! Hoje iremos começar o dia com uma super resenha da Simonir! Ela escreveu a crítica literária do livro 'O duque e eu', romance histórico publicado pela Editora Arqueiro, que está bombando na blogosfera! Estou na correria, mas gente, é por uma boa causa... Em breve, terei ótimas novidades por aqui. Não deixem de nos acompanhar! Super beijo :*


Simon Basset, o irresistível duque de Hastings, acaba de retornar a Londres depois de seis anos viajando pelo mundo. Rico, bonito e solteiro, ele é um prato cheio para as mães da alta sociedade, que só pensam em arrumar um bom partido para suas filhas. Simon, porém, tem o firme propósito de nunca se casar. Assim, para se livrar das garras dessas mulheres, precisa de um plano infalível. É quando entra em cena Daphne Bridgerton, a irmã mais nova de seu melhor amigo. Apesar de espirituosa e dona de uma personalidade marcante, todos os homens que se interessam por ela são velhos demais, pouco inteligentes ou destituídos de qualquer tipo de charme. E os que têm potencial para ser bons maridos só a veem como uma boa amiga. A ideia de Simon é fingir que a corteja. Dessa forma, de uma tacada só, ele conseguirá afastar as jovens obcecadas por um marido e atrairá vários pretendentes para Daphne. Afinal, se um duque está interessado nela, a jovem deve ter mais atrativos do que aparenta. Mas, à medida que a farsa dos dois se desenrola, o sorriso malicioso e os olhos cheios de desejo de Simon tornam cada vez mais difícil para Daphne lembrar que tudo não passa de fingimento. Agora ela precisa fazer o impossível para não se apaixonar por esse conquistador inveterado que tem aversão a tudo o que ela mais quer na vida.


Julia Quinn, como eu não te conhecia? 
Não, eu nunca tinha lido nada dela. E nem romance de época... Não me julguem! 
Mas então com essa correria de fim de ano, várias mudanças em minha vida...  
Estava naquela ressaca literária, daquele tipo que não conseguimos nos apegar a nenhum livro, mas aí chega a Julia Quinn na minha vida literária para me arrancar do marasmo. 
Confesso que pelos elogios que li sobre a escrita dela, achei que seria exagero, mas não, a mulher é boa mesmo... 
Estou até agora sonhando com esse casal... 

O Simon, é aquele típico cara que não quer casar, eu sei já vimos mocinhos como ele em outros livros e é muito previsível, mas posso te falar?  
Dá uma chance a ele, e você vai que não é assim tão previsível não. 
Ele trás marcas de um passado difícil, de uma família desestruturada e ainda esta preso aos julgamentos do pai, mesmo que já tenha falecido. 

Mas aí é a vez da Srta. Bridgerton aparecer na vida dele e bagunçar tudo que ele levou tanto tempo para "colocar no lugar". rsrs
Sabe aquela típica mocinha indefesa, não, Daphne definitivamente não é uma dessas mocinhas coquetes de época, cresceu cercada de três irmãos mais velhos, uma família enorme e muito amorosa, o que lhe deu segurança, para ser diferente.
E contrariando as convenções da época, ela é forte, decidida, falante, sarcasticamente engraçada e o encontro desses dois, nos rende boas risadas, diálogos cheios de sarcasmo de ambas as partes.

E o plano de Simon de nunca se casar começa a cair por terra de encontro a determinação de Daphne, e os tempestivos irmãos mais velhos da família Bridgerton:


"Você sabe melhor do que ninguém que eu não desejava nada disso. Não queria casar nem ter uma família, muito menos me apaixonar - Ele roçou os lábios nos dela com delicadeza, provocando arrepios pelo corpo dos dois - Mas acabei descobrindo - continuou, seus lábios tocando os dela de novo -, contra minha vontade, que é impossível não amar você." 
Pág. 267 


E a nós nobres leitores?
Nos derramamos de amor por esse casal, pela inocência de Daphne e sim, também pelo cabeça dura mas lindo, duque de Hastings.

E se você assim como eu, nunca tinha lido nenhum romance de época, aqui vai meu conselho:
Comece por Julia Quinn, todos os elogios descritos a ela e sua escrita são muito merecidas...
A escrita dela te prende de uma maneira deliciosa... Você se pega com um sorriso bobo no rosto, rindo dos diálogos desses dois, e das relações dessa família barulhenta e muito amorosa...
E ansiosa para descobrir a vida dos outros irmãos.
Com toda certeza do mundo, Julia Quinn me deixou acordada até as quatro da manhã neste primeiro volume e vai continuar fazendo isso nos próximos.

E você já leu? O que achou?
Me conta, deixa teu comentário aqui! ;)



26 anos, pernambucana de natureza, paulista de coração e ama a cidade da garoa. Tem o dom de se viciar facilmente em tudo que desperta sua paixão: música boa, livros, filmes e séries. De alma apaixonada, que escrever por prazer e nesse processo vai se descobrindo, aspirante a blogueira, que não resiste a um "bicho de pé" (o doce)!




=> Este post está participando do Top Comentarista de Janeiro, clique para preencher o formulário.

2 comentários:

  1. Oii Si *-*

    Estou com esse livro (na verdade com o quatro) me esperando na prateleira, só não li ainda por falta de tempo, mas cada resenha que leio me faz se apaixonar mais e mais, rs! É um romance um tanto clichê pra mim, por ter toda a armação deles e pela paixão (que já era previsto) que surge entre eles, mas tenho certeza que vou adorar cada detalhe da história, principalmente por se tratar de um romance de época !!
    Ah, não posso deixar de dizer o quanto sou apaixonada por essa capa <3
    Bj :*

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Vitória, prazer em ler seu comentário!
      Estou no terceiro livro e amando a escrita da Julia (já fiquei intima e agora trato pelo primeiro nome mesmo! rsrs).
      É Clichê, mas é delicioso, e olha que eu nunca tinha lido nada de época e estou amando!

      Começa logo e depois vem me contar o que achou viu?

      Bjão,
      Simonir Rodrigues (Si)

      Excluir

Comente! Sua opinião é muito importante para nós.