RESENHA: Entre o agora e o nunca - J. A. Redmerski



Boooa tarde pessoal, como é que estão indo nesta sexta-feira mais do que maravilhosa? Espero que bem! Hoje tem mais resenha para vocês, desta vez do Young Adult de J.A Redmerski, Entre o Agora e o Nunca. O livro tem quatro estrelas e meia no Skoob, tendo ganho 4 da Ana - nossa resenhista. Espero que vocês gostem e não deixem de comentar dizendo o que acharam! Super beijo!


Camryn Bennett é uma jovem de 20 anos que desistiu do amor desde que Ian, seu namorado, morreu num acidente de carro há um ano. Sua melhor amiga, Natalie, é a única capaz de animá-la. Mas a relação entre as duas fica abalada quando o namorado de Nat revela à Camryn que está apaixonado por ela. Perdida, sem saber o que fazer, Camryn vai para rodoviária e pega o primeiro ônibus interestadual, sem se importar com o destino.
Com uma carteira, um celular e uma pequena bolsa com alguns itens indispensáveis, Camryn embarca para Idaho. Mas o que ela não esperava era conhecer Andrew Parrish, um jovem sedutor e misterioso, a caminho para visitar o pai, que está morrendo de câncer. Andrew se aproxima da companheira de viagem, primeiro para protegê-la, mas logo uma conexão irresistível se forma entre os dois.




Minha expectativa para esse livro era bem alta, começando pela capa linda, pelas resenhas da internet e pelas estrelas no Skoob – meu medidor oficial na hora de adquirir um livro.
Achei que o livro consegue ser bastante envolvente e despertou minha simpatia pela Camryn, mas acredito do alto dos meus quase vinte e sete anos – faço aniversário 10/02 e aceito presentes –  acabei me tornando bastante realista quanto ao amor e relacionamentos, então penso que provavelmente se tivesse lido ele até meus 22 anos certamente eu classificaria como um 5 estrelas. Porém o livro tem seu mérito sim.

Ele vai nos contar a estória de Camryn que ainda não conseguiu superar a morte do namorado um ano atrás e decide nunca mais se apaixonar para não sofrer, mas quando seu amigo de muitos anos e namorado de sua melhor amiga se declara para ela, todas as suas tristezas e medos do futuro se tornam um fardo pesado demais e ela decide pegar um ônibus na rodoviária e fugir de tudo. No caminho ela conhece Andrew,  que ela simplesmente acha lindo demais. Acontece que Andrew também não está disposto a se apaixonar e a principio eles acabam se tornando apenas companheiros de viagem, tentando a todo custo não se envolver e fingindo não ver a atração que sentem um pelo outro. No entanto, achei a filosofia de Andrew realmente muito legal; ele simplesmente fala o que pensa e faz o que tem vontade sem se preocupar com que os outros vão pensar, que eu creio ser uma coisa bem madura para um cara com vinte e cinco anos.


“ – Se você fica se prendendo no passado, não consegue seguir em frente, se passa muito tempo planejando o futuro, você se empurra pra trás ou fica estagnado no mesmo lugar a vida toda. – Seus olhos encontram os meus. – Viva o momento – ele diz, como se estivesse dizendo algo sério – aqui, onde tudo está certo, vá com calma e limite suas más lembranças, e você  chegará ao seu destino, seja qual for, muito mais rápido e com menos acidentes de percurso.”
Pág. 77


Então, minha nota para o livro fica em 4 estrelinhas, pois a história é boa e realmente me prendeu, mas a minha visão de certas coisas da vida – para não chamar de chatice – de que a vida é um pouco mais simples do que como a vemos, não me deixou aproveitar completamente o livro. Em muitas partes do livro eu fiquei pensando: “Como eu gostaria de ter meus 20 anos de novo, com certeza estaria suspirando em cima do livro agora.” E apesar de ter um final legal, o livro tem continuação, que parece ser bem triste baseada na sinopse e tem um spoiler para quem ainda não leu o primeiro livro, mas na minha opinião o primeiro livro não deixa nenhuma ponta solta, então se você ler e não gostar, não precisa necessariamente ler a continuação. Ainda sim, o livro vale e muito a pena ser lido, certamente é uma distração muito bem vinda e tem umas cenas hots e que deixam a imaginação bem solta, então aproveitem.


Tem 26 anos, estuda hotelaria e é aquariana em todos os sentidos. Apaixonada por livros, julga-os pela capa e adora uma boa promoção. Também gosta de filmes de todos os gêneros, principalmente terror. Adora assistir séries de TV junto com o maridão e música boa, apesar de não entender muito de música.





=> Este post está participando do Top Comentarista de Janeiro, clique para preencher o formulário.

1 comentários:

  1. Oi Ana :D

    Espero ter a oportunidade de ler esse livro logo, porque as resenhas estão me matando de curiosidade! Pelo que entendi eu vou sofrer um pouco com a história dele, mas ainda assim quero me arriscar na leitura! Também sou apaixonada pela capa (dos dois livros) e de certa forma foi ela que despertou meu interesse! Adorei a resenha ;)
    Bjs

    ResponderExcluir

Comente! Sua opinião é muito importante para nós.