RESENHA: Para onde ela foi - Gayle Forman




E já estou de volta, trazendo a resenha de um dos lançamentos mais esperados de outubro/novembro; Para onde ela foi, da Gayle Forman! A Ana Cristina, nossa super resenhista, descreveu com objetividade e precisão, suas impressões sobre o livro e nada mais justo do que eu adiantar logo para vocês, o meu ponto de vista; este post está incrível! Tratem logo de virem ler e comentar. Super beijo e até mais tarde :*

PARA ONDE ELA FOI – GAYLE FORMAN

Já faz três anos que o amor de Adam salvou Mia após o acidente que mudou a vida dela. Três anos desde que Mia saiu da vida de Adam para sempre.
Vivendo agora em lados opostos do país Mia é um talento em ascenção na Juilliard, a conceituada escola de música, e Adam é o típico astro de rock de Los Angeles, com direito a notícias nos tabloides e uma namorada celebridade.
Quando Adam se vê sozinho em Nova York, o acaso reúne o casal mais uma vez. Por uma noite.
Com a mesma força dramática de Se Eu Ficar, agora pela voz de Adam, Para Onde Ela Foi expõe o desalento da perda, a promessa da esperança e a chama do amor que renasce.







A continuação da estória que virou o filme ‘Se Eu Ficar’ conta o que acontece depois que a Mia acorda, mas o livro começa três anos depois do fim do coma de Mia e essa estória é contada por Adam. Adam é agora um astro famoso do rock e tem uma vida invejada por todos, mas a descrição de sua vida de glamour é exatamente como eu imagino que seja a vida de pessoas muito famosas – cercados de estranhos, em noites vazias com pessoas por quem você não tem sentimento algum, uma vida bem superficial e deprimente. Deprimente também pois sua história com Mia ficou inacabada.

“Mia cruza os últimos passos entre nós lentamente, como um gato cauteloso que precisa ser trazido para dentro. Ela olha para os cigarros na minha mão. - Desde quando você fuma? - ela pergunta. E é como se os anos entre nós tivessem sumido, e Mia esqueceu que não tem mais direitos sobre mim.” Pág. 62

É sim um livro triste, mas é uma tristeza diferente do primeiro, pois eu acredito que as pessoas costumam sofrer por coisas que tem solução mas preferem ficar calados e serem atormentadas pelas dúvidas. E esse é o caso do Adam, quando a Mia estava boa o suficiente ela foi estudar na Juilliard e ele deixou. Ele podia ter ido atrás dela, podia ter escolhido ficar ao lado dela ou terminar o relacionamento, mas não, ele deixou ela partir e ficou sofrendo como se o mundo o odiasse e ele fosse um pobre coitado.

“Eu a culpei por tudo isso, por partir, por me arruinar. E talvez isso tenha sido a semente, mas dessa sementinha cresceu um tumor. E sou eu quem a alimenta. Eu a rego. Cuido dela. Mordisco suas amoras venenosas. Eu as deixo se enrolar no meu pescoço, sufocando o ar em mim. Fiz isso. Tudo sozinho. Tudo para mim mesmo.” Pág. 161

Um dia antes de uma viagem em turnê ele encontra Mia uma última vez e tem a chance de ouvir as respostas as suas perguntas, e talvez tentar consertar as decisões do passado.
Eu acredito que o objetivo desse livro é nos ensinar a fazer o que o nosso coração mandar, ao invés de guardar rancor para o resto de nossas vidas. Então se você quer se emocionar e saber o que aconteceu com Mia e Adam, eu recomendo essa leitura.

Por favor, comentem, deixem suas opiniões e sugestões.
Beijos,

Ana

Ana Cristina

Tem 26 anos, estuda hotelaria e é aquariana em todos os sentidos. Apaixonada por livros, julga-os pela capa e adora uma boa promoção. Também gosta de filmes de todos os gêneros, principalmente terror. Adora assistir séries de TV junto com o maridão e música boa, apesar de não entender muito de música. 



 => Este post está participando do Top Comentarista de Novembro/Dezembro, clique para preencher o formulário.




2 comentários:

  1. Oii Ana :]
    Li o primeiro livro e adorei, me emocionei bastante com a Mia, mas quando soube do lançamento desse fiquei mais empolgada, eu gosto bastante do Adam e sempre quis conhecer melhor o lado dele .. Já comprei o livro e agora é só esperar chegar e iniciar a leitura IMEDIATAMENTE ! Com certeza também vou me emocionar com o Adam.. Pena que essa capa, apesar de linda, não combina o a do primeiro :(
    Beijos :*

    "Promo de natal"

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Vitória

      Concordo com sua opinião sobre a capa, além de passar a clara ideia de que o filme não vai ter continuação. :(
      Adoro reclamar quando o filme não parece com o livro. Hahaha

      Excluir

Comente! Sua opinião é muito importante para nós.