RESENHA: Louco por Você - Jasinda Wilder



Booom dia pessoal do Drunk, como é que vocês estão? Esta semana começamos meio paradinhos mas eu explico; está uma correria danada aqui no trabalho. Tenho chego muito cansada em casa, e inclusive, nem consegui gravar vídeo ontem. Mas, para não ser injusta com o blog e com vocês, irei postar vídeos amanhã, quarta, quinta e sexta. Ainda hoje irá entrar por aqui a nossa primeira super promo de natal, então fiquem de olho! Super beijo e tenham um ótimo dia! :D

LOUCO POR VOCÊ – JASINDA WILDER

Nell e Kyle são amigos desde a infância. Sempre fizeram tudo juntos, então ela nem se lembra de quando se tornaram realmente um casal. Quando Kyle morre da forma mais repentina, o mundo de Nell é lançado em um abismo de incertezas e dor. É quando Nell conhece Colton, irmão de Kyle e até então um completo desconhecido para ela. Estranhamente, é como se Colton a conhecesse há muito tempo... é como se ele a conhecesse por dentro. Ambos passam, então, a lutar para seguir em frente da melhor maneira possível. Nell, sufocada pelo peso da culpa.Colton, lutando contra a força que o arrasta em direção a ela... Cada um à sua maneira, os dois precisam desesperadamente encontrar o sentido da cura e do perdão. Em Entre a paixão e a dor, Jasinda Wilder combina o calor do desejo com a angústia, a perda da inocência, o luto e as tentativas de recomeço. O resultado é uma viagem ao mesmo tempo sensual e melancólica que ficará gravada em sua pele muito tempo depois que esta história terminar.






Nunca tinha lido nada da Jasinda Wilder e assim que foram anunciados os próximos lançamentos da Novo Conceito e vi esse livro, caí de amores pela sinopse, pelos comentários de quem já tinha lido em E-pub e também pela capa (não sei porque, essa capa me lembra o Ian Somerhalder, SIM, o delicioso Damon Salvatore de The Vampire Diaries, não me julguem! #CarinhaDeApaixonada), bom diante de todos estes fatores fiquei naquela ânsia de querer ler logo, na expectativa e tudo mais... 
E agora? Gente que conflito escrever sobre esse livro para vocês, isso porque... Não sei se gostei, estou numa dúvida cruel aqui comigo mesma, mas deixa eu contar um pouco para vocês.

Sabe aqueles personagens que passaram por grandes sofrimentos e ao invés de crescerem com eles, só se afundaram mais e mais?
Que você até entende, mas acaba pegando raiva porque chega um momento em que ultrapassa os limites do aceitável?  Pois bem, foi isso que senti com a Nell, entendo que ela tenha presenciado da pior maneira possível a morte do namorado, mas aí se culpar durante dois anos, na amargura, já achei demais! 

Mas se tem uma coisa que vamos encontrar nesse livro é o tal do exagero, calma aí que conto mais sobre.
Kyle é aquele bom filho, bom aluno, bom vizinho e fiel amigo que se torna o primeiro namorado, aquela relação fofa de primeiras vezes de adolescentes, cheio de planos e sonhos. As primeiras páginas são repletas de momentos das doces descobertas desses dois.
E como cantaria a Dona Rita Lee "Você é a ovelha negra da família", e é aqui onde encaixamos o Sr. Colton, o irmão mais velho.
Saiu de casa cedo para viver sua vida a sua própria maneira, não tem planos de ir para a faculdade e pouco se importa com opiniões alheias, o típico rebelde (nesse caso, rebelde com causa, mas calma que você vai descobrir o porque lendo o livro e não aqui na resenha! rsrs) que fuma, bebe, briga, o cheio de tatuagens e tudo mais que os rotulados "ovelhas negras" fazem para adquirir tal título.
Massssss extremamente independente (amo personagens independentes), que batalha pelo que quer, que não tem nada em comum com Kyle, a não ser os pais e fora isso são totalmente opostos, e lindo daquele jeito que só o proibido é.

O que achei de mais estranho nisso tudo é que na primeira parte do livro, nunca se ouviu dizer em momento algum que Kyle tem um irmão, ainda que seja o ovelha negra da família, assim como também estranhei a maneira que se descreve completamente diferente do que de fato é a relação dos pais de Kyle/Colton/Nell para com seus filhos.
E você só começa a entender melhor a relação familiar depois que o Colton entra na história, sorry... mas isso não funcionou comigo, não gostei.

A história como um todo é regada de muito, muito, mas muito drama e me arrisco a dizer, alguns desnecessários.
Já não bastava Nell ter visto o namorado morrer, ainda tem que se culpar pela morte, se apaixonar pelo irmão do namorado, que por sua vez nunca ouviu falar dela e ainda tem todo o lance de vida desregrada que ela passa a ter depois da morte de Kyle, isso sem contar todas as coisas que acontecem na segunda parte do livro, que não posso contar aqui porque senão vira Spoiler, e gente até agora não dei nenhum spoiler, são coisas que estão na sinopse.
Enfim, tem uma hora na vida da Nell, que eu parei e pensei: "Jesus, só falta a Jasinda colocar um avião para cair na casa dessa menina, porque de resto ela fez!"
Achei extremamente desnecessários esse tanto de drama, de sofrimentos, de acontecimentos.
Já o Colton, a mesma história de exageros, até o momento que ele começa a revelar o passado negro dele para Nell, até tá okay porque você meio que já tá acostumada com os dramas da vida dela, mas aí a Jasinda não satisfeita coloca uma cereja no bolo, que no final eu fiquei me perguntando: "Pra queee, me diz, pra que isso?".
Acreditem estou lendo ele há três semanas, e sempre paro, recomeço, paro e recomeço.
Isso porque algumas vezes a escrita dela é fluida e tudo vai indo perfeitamente bem, e assim como tem momentos que fica tão maçante que eu deixei de lado e parti para outra leitura. 
Tem suas partes boas, mas confesso que não me cativou, sabe aquela coisa de pecar pelo excesso? Pois é, foi isso e ganhou de mim apenas duas estrelas! 
Sei que existem inúmeras resenhas de elogios para o livro, então meu conselho:
- Leia e tire suas conclusões!
Talvez eu tenha ido com muita "cede ao pote" e tenha esperado demais dele e aí decepcionei.

E você, já leu? O que achou?
E quem não leu, quer ler?
Deixa ai seus comentários, e prometo responder com todo carinho! ;)



Simonir Rodrigues
26 anos, pernambucana de natureza, paulista de coração e ama a cidade da garoa.
Tem o dom de se viciar facilmente em tudo que desperta sua paixão: música boa, livros, filmes e séries. 
De alma apaixonada, que escrever por prazer e nesse processo vai se descobrindo, aspirante a blogueira, que não resiste a um "bicho de pé" (o doce)! 



=> Este post está participando do Top Comentarista de Novembro/Dezembro, clique para preencher o formulário.

3 comentários:

  1. Esse é um livro que eu tenho vontade de ler, mas tenho medo pois todos dizem o mesmo sobre ele. "Não sei se gostei". kkkkkkkkkkkk
    Agora que você comentou ,realmente o cara da capa lembra meu lindo, perfeito e simpático Ian (ah, Damon Salvatore, o terror das mulheres).
    Ultimamente alguns autores tem exagerado na dose de drama, ou "desgraças" na vida dos personagens, algumas vezes fica forçado demais e recentemente tem se tornado clichê. "Okay, tivemos traumas e vidas terríveis, vamos ficar juntos" .
    Ainda estou em dúvida se leio ou não, mas quem sabe.

    'Promo de Natal"

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oiii Sanny,
      Pois é menina, esse lance de drama, drama e mais drama além do necessário, me incomodou mto!
      Rsrs, mas leia para você tirar suas conclusões flor!

      E qto o Damon, podeeee parando que eu mesmíssima já solicitei exclusividade! rsrs
      Impossível não amar esse guri! rsrs
      Boa sorte na promoção de Natal, e só pra constar, adoro os Sullivans que estão para ser sorteados, esses valem mto mto mto a pena!!! rsrs ;)

      Bjos,
      Simonir Rodrigues

      Excluir
  2. Oi Si !
    Assim como você me apaixonei por essa capa, e acho que pela sinopse o livro tem tudo pra ser bom ..
    Esse é o problema de livros com drama, em alguns momentos os escritores não sabem quando chega hora de fazer os personagens crescerem.. Li algumas resenhas bem positivas, ao mesmo tempo em que algumas me deixaram meio pensativas se devo enfrentar a leitura. Mas não resisto a essa capa. Espero me apaixonar por essa história também <3
    Bjs !

    "Promo de natal"

    ResponderExcluir

Comente! Sua opinião é muito importante para nós.