RESENHA: Laços inseparáveis - Emily Giffin



E para finalizar o dia, uma resenha sobre mais um dos sucessos de Emily Giffin! Nossos resenhistas/colunistas estão à todo vapor e já temos resenhas prontas para um mês inteiro. Por isso, aguentem os corações e fiquem sempre de olho! Pois vejo muito conteúdo legal 'se aproximar' rsrs. Amanhã voltamos! Super beijo! :)

LAÇOS INSEPARÁVEIS – EMILY GIFFIN

A autora de cinco romances de sucesso, Emily Giffin, lança uma história inesquecível de duas mulheres, as famílias que a fazem ser quem são, e a lealdade e o amor que as ligam. Marian Caldwell é uma produtora de televisão de 36 anos, vivendo seu sonho em Nova York. Com uma carreira bem-sucedida e um relacionamento satisfatório, ela convenceu todo mundo, inclusive si mesma, que sua vida está do jeito que ela deseja. Mas uma noite, Marian atende a porta... para apenas encontrar Kirby Rose, uma garota de 18 anos com a chave para o passado que Marian pensou ter deixado para trás para sempre. Desde o momento que Kirby aparece na sua porta, o mundo perfeitamente construído de Marian — e sua verdadeira identidade — será chacoalhado até o fim, fazendo ressurgir fantasmas e memórias de um caso de amor apaixonado que ameaça tudo para definir quem ela realmente é. Para a precoce e determinada Kirby, o encontro vai provocar um processo de descobrimento que a leva ao começo da vida adulta, forçando-a a reavaliar sua família e seu futuro com uma visão sábia e doce. Enquanto as duas mulheres embarcam em uma jornada para encontrar o que está faltando em suas vidas, cada uma irá reconhecer que o lugar no qual pertencemos normalmente é onde menos esperamos — um lugar que talvez forçamos a esquecer, mas que o coração se lembra eternamente.



Bom, quando a Kate me mandou a lista de opções de leitura confesso que fiquei em dúvida entre esse (Laços Inseparáveis) e Ladrão de Almas. Procurei por indicações e resenhas, e então decidi por este e não me arrependi, eu amei. Li algumas resenhas e observei que os demais leitores também não se decepcionaram com a leitura.
A história, que é narrada por Marian e Kirby, mexe muito com vários assuntos que hoje em dia são mais falados, questionados e divulgados. A autora conseguiu me fazer refletir e até mesmo me por no lugar desses personagens, fazendo com que eu tivesse uma ideia sobre como as pessoas se sentem quando passam por coisas parecidas.

“Fico paralisada esperando as palavras que imaginava e temia, com as quais ficava apavorada e sonhava nos últimos 18 anos. Então, quando parecia que meu coração iria explodir, eu finalmente a ouço dizer: - Acho que você é minha mãe.” Pág. 27

O livro conta a história de Marian e Kirby, duas pessoas que não se conhecem, mas que possuem laços que nem o tempo pode apagar ou esconder.
Marian tem 36 anos e é produtora de TV em Nova York, namora Peter, que é seu chefe. Eles tem um ótimo relacionamento, que ambos pensavam que nada iria abalar, mas tudo muda quando um certo acontecimento do passado de Marian bate na sua porta.
Este acontecimento é Kirby, agora com 18 anos, ela que é adotada resolveu ir atrás de suas raízes, descobrir de onde veio, quem são seus pais. Ela começa pela mãe, pois seus dados estavam acessíveis. É nesse momento que muitas coisas começam a mudar e a revelar uma história que só está no começo.

"Apesar de tudo, naqueles momentos ofegantes e suados, nunca imaginei o que aconteceria a seguir. Nunca imaginei que aquilo seria algo além de um momento na minha vida. Uma história de minha juventude. Um capítulo daquele verão. Uma onda de calor com começo, meio e um fim definitivo." Pág. 36

Gostei bastante como a autora desenvolveu a história e a conduziu ao um final, mas acho que ela deixou algumas pontas soltas sobre as personagens principais e isso me deixou frustrado. Não sei se haverá continuação, mas tem tudo pra ter.
Os personagens foram muito bem construídos, tendo um desenvolvimento e um envolvimento muito intenso durante o decorre da história, posso dizer que eles foram o ponto central da história. Não percebi nenhum fora do eixo ou algo desnecessário da história. Os cenários foram bem descritos e acho que foi uma beleza a parte.
A capa é linda, me encantei com a ponte e acho que tem tudo a ver com a obra. A diagramação é linda, com letras grandes e de fácil leitura. Os inicios de capítulos tem o nome de quem vai narrar a história e o número. A revisão está perfeita, sem erros.

                                                       
Luan Jonathan
17 anos, carioca de corpo e alma.
Descobriu na leitura a magia de ser infiltra em mundos diferentes, tendo a oportunidade de conhecer lugares com uma beleza incomum, adorador de músicas, filmes e games... Dono de um blog, e novato no mundo da escrita


9 comentários:

  1. oi Luan, gostei da sua resenha. Não é meu tipo de leitura, você sabe! hehehehehe..... mas parece ser uma boa história. bjs

    ResponderExcluir
  2. Apesar de não ser o estilo de leitura que curto, gostei bastante da resenha! Parece ser uma história muito boa!

    Beijos
    Café com Livro

    ResponderExcluir
  3. Ainda não li nenhum livro dela, mas já ouvi rumores que são ótimos. A história é bem interessante o que me despertou curiosidade até pq não se acha filha todo dia e o desenrolar deve ser muito bom.
    Linda resenha. Bjos!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Kkkkk... Adorei o comentário, com certeza não achamos filhos todos os dias.... Rsrs Muito bom, obrigado por comenta!

      Excluir
  4. Eu gosto de livros desse tipo aliás faz tempo que não leio esses..rs. Adorei um outro livro dessa autora "Uma prova de amor" espero ler outros dela, esse por exemplo.

    ResponderExcluir
  5. Li tem tanto tempo que nem me lembrava mais, rsrs. Fui olhar na estante pra conferir se já tinha lido.
    Mas quando comecei a ler a resenha que a memória foi dando uma reavivada!!

    Gostei da resenha!!! Ótima pra puxar essa minha memória falha. Aí lembrei que gostei do livro também!!!

    Bjks

    Lelê - http://topensandoemler.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  6. Oie,
    Muita gente fala muito bem da Emily Giffin, mas até hoje não li nada dela, amei a resenha, principalmente por ressaltar os pontos altos da escrita da autora, amo cenários e personagens bem construídos, é um livro que está na minha lista de leituras rsrs.
    Beijocas ^^

    ResponderExcluir

Comente! Sua opinião é muito importante para nós.