Estou amando: Álbum 1989 da Taylor Swift



Boooa tarde gente, como é que está sendo a quarta-feira de vocês? Espero que maravilhosamente bem! Hoje eu voltei aqui, para animar a tarde de vocês, afinal, vim para falar sobre uma super novidade no mundo da música; o álbum 1989 da Taylor Swift que é simplesmente VICIANTE!


Pois é, nada daquela garotinha 'fofa e melosa', cujas músicas eram conhecidas por sempre falar de seus 'ex namorados', de uma maneira até que bonitinha demais. Não que suas músicas antigas não sejam boas, mas o novo álbum da cantora, me conquistou de um jeito surpreendente viu? Ela arrasou! As mudanças em seu estilo são gritantes; ela está mais confiante, segura de si, mais solta e explorando bem mais a sua voz e talento nas composições.


Com o seu segundo clipe 'viral' Taylor já conseguiu mais de 55. 660. 768 views no Youtube! E isto é demais! Shake it off, já tinha conquistado o meu coração, visto que Taylor realmente se mostra 'nem ai' para os seus muitos haters. Afinal, ela realmente aprendeu - depois de muito tempo tentando - a lidar com a fama. 


Vocês podem ouvir o álbum 1989 inteirinho aqui, já que o mesmo vazou há pouco tempo. Eu estou louca pelo 'exemplar físico' mas enquanto isso, posso ficar surtando aqui, ao ouvir as novas músicas. As minhas favoritas até agora são:

* Blank Space
* Style
* All you had to do was stay
* Shake it off
* Bad blood

E é bom que vocês escutem para assim tirar as próprias conclusões! Espero que vocês tenham gostado do post e não se esqueçam de deixar nos comentários, o que acharam do mais novo trabalho da Taylor e quais foram as músicas favoritas de vocês!


1 comentários:

  1. Oii Kate :}

    Bem, não sou fã número um da Taylor, gosto de algumas músicas mas sou bem seletiva .. Mas confesso que acho as músicas dela meio que viciantes, tipo, você escuta uma vez e já começa a cantarolar. E sim, esse album está incrível, principalmente pelos figurinos ..
    Beijos :*

    "Promo de natal"

    ResponderExcluir

Comente! Sua opinião é muito importante para nós.