RESENHA: Nick e Norah 'Uma história de amor e música' - Rachel Cohn e David Levithan


Boooa tarde galera do Drunk, como é que vocês estão? Hoje é dia de resenha por aqui e de um livro bem bacana, publicado pela Galera Record. Quem escreveu a crítica foi a nossa colunista Ana! Bora dar aquela conferida? Não se esqueçam de deixar comentários construtivos para nós, é sempre bom e nos incentiva a melhorar! Beijinhos da Kate :)

NICK E NORAH ‘UMA HISTÓRIA DE AMOR E MÚSICA’ – RACHEL COHN E DAVID LEVITHAN

O que pode acontecer quando dois adolescentes se conhecem por acaso em um caótico show de punk rock? Eles se apaixonam, é claro. Depois de um beijo, Nick e Norah vivem uma aventura pelos bastidores de NYC - um encontro repleto de alegria, ansiedade, confusão e entusiasmo, como deve ser a primeira vez.












O livro começa em um show de punk rock em que Nick é baixista. No final da apresentação da sua banda, ele convence Norah a ser sua namorada por cinco minutos para afastar/fazer ciúmes em sua ex-namorada, Tris que aparece por acaso. A partir daí eles começam a se conhecer e a passar por várias situações que, conforme seus próprios pontos de vista podem uni-los ou afasta-los.
O cenário musical basicamente é o punk, admito, um pouco desconhecido por mim. Mas pretendo manter o livro e conhecer novas bandas através dele. Sobre o mesmo o que posso dizer é que esse é um livro para ser lido em um fôlego só, todo o episódio se passa em apenas uma noite/madrugada/manhã, ou seja, menos de 24 horas e os capítulos são intercalados entre os protagonistas que conforme se conhecem, dão seu próprio ponto de vista das situações segundo elas vão acontecendo.

“Por melhor que seja o gosto dele, esta namorada de cinco minutos ainda precisa de alguns segundos para tomar ar. Separo minha boca da dele, na esperança de recuperar o fôlego e pegar Tris se afastando de nós sem ter notado a minha presença.” Pág. 24

O livro me fez perceber o quanto nós mulheres somos inseguras e complicadas. Mas a estória é muito fofa. Acho que o fato de o livro ter sido escrito por dois autores, deu personalidades diferentes e complementares para os protagonistas.

“Não sou daquelas garotas que conhecem um sujeito ao acaso numa noite e a vida delas muda. Eu uso veludo cotelê e camisa de flanela. Não tenho um corpo de arrasar, como Tris ou Caroline. Às vezes passo três dias sem lavar o cabelo e às vezes não passo fio dental. O que esse Nick está fazendo aqui comigo?” Pág. 72

Super recomendo a leitura, é um livro leve e gostoso. Só demorei na leitura por causa do trabalho e faculdade, mas dá pra ser lido tranquilamente em uns dois dias. Por último, a capa é a mesma foto do pôster do filme. O trailer é bem diferente da estória do livro mas parece bem divertido. Se a Kate deixar, eu faço uma resenha depois de assistir o filme. Por último mais um trechinho pra ficarem com água na boca.


“Quero beijá-la sem contar os segundos. Quero abraçá-la por tanto tempo que posso conhecer sua pele. Eu quero, eu quero, eu quero. As mãos dela deslizam para meus quadris. Os polegares se prendem no cós.” Pag. 193

Ana Cristina
Tem 26 anos, estuda hotelaria e é aquariana em todos os sentidos. Apaixonada por livros, julga-os pela capa e adora uma boa promoção. Também gosta de filmes de todos os gêneros, principalmente terror. Adora assistir séries de TV junto com o maridão e música boa, apesar de não entender muito de música. 



=> Este post está participando do Top Comentarista de Setembro/Outubro, clique para preencher o formulário.

2 comentários:

  1. DAVID LEVITHAN e suas parcerias... rsrs
    ainda nao li nenhum livro dele e nenhum que ele fez parceria... =/
    mas tenho aqui o Todo dia e nao demora muito eu ler...
    mas sobre esse, parece ser legal, um livro leve e gostoso de ler, confesso que tbm nao conheço muito sobre Punk e esse estilo, ta aí outro motivo pra querer conhecer a historia e um pouco mais sobre o estilo.

    ResponderExcluir
  2. Gostei do enredo...
    Acho q vou pegar o filme p ver antes de ler! hahaa
    Achei a capa bacana tbn, msmo sendo o poster do filme.

    ResponderExcluir

Comente! Sua opinião é muito importante para nós.