RESENHA: Amor sem limites - Abbi Glines


Booom dia, como é que vocês estão? Quarta-feira chegou e já estamos no meio da semana. Espero que estejam aproveitando-a para fazer tudo o que está pendente! A resenha de hoje é de um lançamento bem bacana e que eu estava aguardando ansiosamente. Espero que assim como eu, vocês gostem de ler - não só a resenha, como o livro também - e que deixem vários comentários fofos porque não há nada melhor que ter seu trabalho reconhecido pelos leitores que você tanto lutou para ter. Tenham um ótimo dia, e fiquem conectados!

AMOR SEM LIMITES – ABBI GLINES

Blaire Wynn conheceu Rush Finlay num momento muito difícil da vida dela, logo depois de perder a mãe e a casa em que morava. Filho de um astro do rock, Rush vivia num mundo de luxo, sexo sem compromisso e total despreocupação com o futuro. Exatamente o oposto de tudo o que Blaire conhecia. Mesmo com tantas diferenças, a paixão entre os dois foi arrebatadora. Porém Rush guardava um segredo de sua família que levou ao fim do namoro e a um período de tristeza absoluta para o casal. Mas eles já não sabiam viver um sem o outro e cederam de novo àquele sentimento irresistível. Agora Blaire está grávida, eles estão felizes e planejam se casar. Mas nem tudo está garantido. O pai de Rush chega trazendo más notícias e novamente os antigos problemas de família podem fazer com que os dois se afastem.







Em ‘Amor sem limites’ conhecemos uma fase um pouco mais séria e um tanto quanto madura, da vida de Blaire e Rush. Após o relacionamento conturbado e repleto de reviravoltas que os protagonistas viveram nos dois primeiros livros da série, finalmente parece que a vida deles irá se estabilizar, afinal, Blaire está grávida e Rush, mais possessivo e protetor que nunca, em relação à ela. Noivos e com um futuro inteiro à ser traçado à sua frente, Blaire e Rush mal poderiam adivinhar que Nan – a irmã de Rush e principal pivô de suas brigas – interviria de novo, desta vez, podendo realmente colocar tudo à perder entre eles.

“- Bom dia. Eu não tinha certeza se vocês iriam sair do quarto hoje, depois do jeito como você subiu a escada ontem à noite indo atrás dela. Pretendia tenta-los com um café da manhã. – Encostei-me no balcão e cruzei os braços. – Tentei mantê-la em cima comigo. Ela insistiu que viéssemos fazer sala para você. – expliquei. Dean riu. – Tal pai, tal filho.
- Não tenho nada a ver com você. A mulher que engravidei é a que eu amo. Eu vou me casar com ela e passar o resto da vida me esforçando ao máximo para fazê-la sorrir.”
Página 22

Com o desfecho do segundo livro da série, em que descobrimos que Kiro – integrante da banda do pai de Rush – é o verdadeiro pai de Nan, muita coisa acaba atingindo a família Finlay. Nan, está mais carente do que nunca e se sentindo completamente rejeitada por Kiro – que embora nunca tenha assumido publicamente, ser pai de Nan, e nem tenha se interessado em conhece-la, tem uma segunda filha, à quem deu toda a atenção e mimos do mundo – o que dá início à mais um conflito interno de Rush ‘voar até a California, para ajudar a irmã ou ficar em Rosemary Beach, com Blaire, aguardando a chegada de seu tão amado bebê.’ É claro que, conhecendo o irmão babão/bobão, que Rush foi, durante toda a série, fica fácil adivinhar qual foi a decisão que ele tomou; levar Blaire para a mansão do pai, onde vive Kiro, para tentar amenizar as coisas entre ele e Nan, que, com toda certeza não mudou nadinha, desde ‘Tentação sem limites’. Ela continua sendo a personagem mais insuportável, mesquinha e dramática, de sempre. E o pior é que, ela consegue convencer Rush, com seu ‘chororô’, o que causa muitos conflitos à ele e seu relacionamento com Blaire. 

"- Eu não sabia que você a tinha trazido. – disparou Nan. Blaire estava tão tensa ao meu lado que senti vontade de abraça-la até que relaxasse. – É claro que trouxe. Ela vai aonde eu vou. – Nan revirou os olhos. – Sinto falta do velho Rush.
- Eu, não. – rebati.
- Isto é um assunto de família. Você acha que consegue passar alguns instantes longe ou está planejando sufoca-lo pelo resto da vida? – a mágoa de Nan estava se transformando em amargura. Mas eu não a deixaria descontá-la em Blaire. Inclinei-me sobre a mesa e a encarei com firmeza.
- Nunca mais fale assim com ela. Se Blaire não tivesse concordado em vir comigo, eu não estaria aqui. Não subestime a importância dela. Ela está comigo. Respeite isso.”
Página 65

Blaire acaba tendo algumas complicações na gravidez, mais uma vez, sozinha. Sem a companhia e ajuda de Rush. É aí que ela decide ir embora, para onde está vivendo o pai. E é claro que também é aí, que Rush percebe o quão cego esteve sobre a irmã, durante todo o tempo. Ou seja, muitas e muitas páginas depois.
‘Amor sem limites’, é um felizes para sempre perfeito para o nosso casal ‘sexy’ de Rosemary Beacj. Blaire e Rush finalmente estão construindo uma família, se entendendo, se dando bem com seus pais e mais apaixonados do que nunca. Embora, nosso protagonista masculino, tenha me feito ‘odiá-lo’ em alguns muitos momentos...
 A história em si, foi um pouco enrolada. Em minha opinião, os outros livros já tinham encerrado muitos dos pontos que foram novamente colocados abordados neste último, mas quem sou eu para dizer alguma coisa?
Espero que vocês tenham gostado. Preciso ir, mas por favor, deixem seus comentários para que eu saiba o que acharam do post!


=> Este post está participando do Top Comentarista de Setembro/Outubro, clique para preencher o formulário.

2 comentários:

  1. Abbi é mto amor!
    <3
    Pretendo ler essa série no começo do ano q vem!
    Uma pena vc ter achado q ela foi um pouco enrolada no final...

    ResponderExcluir
  2. Ainda nao li nenhum livro da série, tbm nao tenho nenhum aqui.. =/
    mas confesso que tenho tantos outros aqui que se tivesse os livros dessa serie aqui nao os leria agora, mas algum dia quero ler.

    ResponderExcluir

Comente! Sua opinião é muito importante para nós.