[RESENHA] Roubada - Lesley Pearse


ROUBADA – LESLEY PEARSE

Quando uma bela moça loira foi encontrada desacordada em uma praia, ela não tinha nenhuma lembrança de quem era ou dos horrores pelos quais havia passado antes de chegar ali. A esteticista Dale não via Lotte Wainwright há tempos, mas, para seu pesar, reconheceu sua amiga na foto publicada pela imprensa local em um artigo que noticiava as misteriosas circunstâncias do aparecimento da jovem que, recentemente, havia dado à luz. Após uma longa separação entre Lotte e Dale, uma perigosa sequencia de segredos, mentiras e pesadelos tem iníicio. O que aconteceu com Lotte? Alguém queria matá-la? E, o pior, o que acontecera com o bebê que dera à luz? Imagine não saber de onde você veio e o que o futuro lhe reserva...





Eu li esse livro em janeiro, mas apesar do tempo é um daqueles romances difíceis de esquecer, ótimo suspense que só se é possível ficar em paz depois de terminado.
Os primeiros capítulos situam a estória, Lotte é encontrada desacordada na praia sem memória e é identificada por uma amiga que a reconhece atraves dos jornais, mas Lotte ainda não a reconhece. E ainda por cima no hospital é constatado que ela teve um bebê recentemente. A partir daí a trama começa a se desenrolar conforme fatos estranhos começam a acontecer e Lotte vai lembrando das coisas horríveis que aconteceram nos últimos quatorze meses.
Lotte e Dale se conheceram quando trabalharam no navio de um cruzeiro, eram companheiras de cabine e acabaram grandes amigas, mas após o término do cruzeiro e a separação as duas perdem o contato e Lotte não responde as chamadas de Dale. Outros amigos reconhecem Lotte e quando ela é liberada do hospital e vai morar com amigos de quem ela ainda se lembra.
Então quando as coisas estão voltando ao normal – dentro do possível em uma situação como essa – um acontecimento inesperado trás parte de suas memórias atona, e enquanto Lotte luta para manter sua sanidade e descobrir o que aconteceu com seu bebê, fatos horripilantes se desdobram a sua volta e sua sobrevivência vai depende somente de força para superar as lembranças e situações as quais ela terá de vencer.
A minha edição é de 2012 e eu achei a capa muito bonita, o livro tem 384 páginas, sim é grande, mas tem uma trama muito bem desenvolvida. Essa é minha primeira experiência com a autora Lesley Pearse, mas já tenho outro livro dela na minha estante, que será lido em breve, e espero ser tão bom quanto esse.


Ana Cristina
Tem 26 anos, estuda hotelaria e é aquariana em todos os sentidos. Apaixonada por livros, julga-os pela capa e adora uma boa promoção. Também gosta de filmes de todos os gêneros, principalmente terror. Adora assistir séries de TV junto com o maridão e música boa, apesar de não entender muito de música.

0 comentários:

Postar um comentário

Comente! Sua opinião é muito importante para nós.