[RESENHA] Manhã de Núpcias - Lisa Kleypas


Bom dia meus lindos e lindas, como é que vocês estão? Como dito nas redes sociais, esta semana está sendo bem mais 'literária' que o normal aqui no Drunk devido à estarmos colocando em dia as leituras em consideração às editoras parceiras. Aproveitem bastante nossas críticas literárias, porque semana que vem voltamos ao ritmo normal de posts aleatórios. Big beijo da Kate, e até mais tarde!

MANHÃ DE NÚPCIAS – LISA KLEYPAS

Quando herdou o título de lorde Ramsay, Leo Hathaway e sua família passavam por um dos momentos mais difíceis de sua vida. Mas agora as coisas vão bem. Três de suas quatro irmãs já estão casadas, uma preocupação que Leo nunca teve consigo mesmo. Solteiro inveterado, ele tem uma certeza na vida: nunca se casará.
Mas então a família recebe uma carta que pode pôr tudo isso em risco: se Leo não arrumar uma esposa e gerar um herdeiro dentro de um ano, ele perderá o título e a propriedade onde todos vivem. Solteira e sem pretendentes, a governanta Catherine Marks talvez seja a única salvação da família que a acolheu com tanto carinho. O único problema é que Leo não compartilha do mesmo afeto que suas irmãs têm pela moça. Para ele, Catherine é uma megerazinha cheia de opinião que fala demais. Apesar de irritá-lo e quase o levar à loucura, ela é a primeira – e única – mulher com quem ele considera se casar. Catherine, por sua vez, tem uma opinião igualmente negativa a respeito do patrão. Além disso, ela esconde alguns segredos do passado e um deles pode destruir a vida que tão cuidadosamente construiu para si. Agora Leo e Catherine precisam um do outro, mas para vencer as dificuldades e consertar as coisas eles terão que superar as turras e as diferenças, num romance intenso e sensual que só Lisa Kleypas poderia ter escrito.


‘Manhã de Núpcias’ é o quarto livro da série ‘Os Hathaways’, um romance histórico divertido, sexy e de tirar o fôlego. Confesso que ao escolher o livro, para resenhar, senti certo receio de que eu me visse perdida, por não ter lido os primeiros livros da série. Ainda mais quando procurei por resenhas do mesmo e constatei que vários blogueiros recomendavam a leitura dos livros anteriores. Ao decorrer da leitura, no entanto, constatei que a história da obra era independente em relação aos outros livros e não me atrapalhei em nada com a leitura. Um ponto positivo para quem tem receio de compra-lo por não conhecer os primeiros volumes.  
O quarto livro da série, conta a história de Leo Hathaway, o irmão mais velho da família excêntrica e de certo modo, socialmente exótica. Eram nobres que destoavam dos demais por seus modos um pouco rústicos e nada convencionais. Leo, herdeiro do título de Lorde Ramsay, já passou por poucas e boas na vida, principalmente por ter visto Laura – sua noiva e mulher amada – morrer em seus braços, vítima da escarlatina – doença que se tornou um grande problema, na época. Então, chegando à usar drogas – especificamente o ópio – para superar a perda, Leo se recuperou com a ajuda da família. Agora, já fisicamente estável, Leo não tem muito com o que se preocupar. Suas irmãs Poppy, Win e Amélia já estão casadas, com exceção de Beatrix – a caçula. Graças aos encantos de Catherine Marks, no entanto, Beatrix já está quase que inteiramente pronta à receber pretendentes.

“Sobrara apenas Beatrix. Catherine Marks havia adotado o papel de dama de companhia da jovem enérgica de 19 anos. No que dizia respeito ao restante dos Hathaways, Catherine era praticamente membro da família. Leo, por sua vez, não conseguia suportar a mulher. Ela expressava suas opiniões à vontade e ousava lhe dar ordens. Nas raras ocasiões em que Léo tentava ser amigável, ela lhe atacava com respostas insolentes ou lhe dava as costas desdenhosamente. Mesmo quando ele emitia uma opinião bastante razoável, mal conseguia completar uma frase antes de Catherine começar a enumerar os motivos pelos quais estava errado.” Página 6

Catherine Marks é uma moça elegante, inteligente e que simplesmente não suporta Leo. Teve um passado difícil e por isso, não consegue gostar da companhia de homem algum. Consequentemente faz de tudo para disfarçar sua aparência, pintando os cabelos naturalmente loiros de castanho escuro, usando óculos com armação antiga e roupas de cores neutras e corte reto. Ela é cercada de mistérios e Leo, ao desconfiar de tal fato, começa a persegui-la pela mansão Ramsay, disposto à descobrir o que tanto Catherine tenta esconder.
Uma longa disputa de desaforos se inicia, já que ambos não se suportam. E Leo, por mais que no fundo admita sentir certa admiração pela moça, não consegue admitir que ela mande em sua vida. Catherine por sua vez, vê sua vida mudar ao assumir a verdadeira cor de seus cabelos – após um erro do farmacêutico – e ser vista por Leo, como a mulher atraente que ela sempre temeu ser e mostrar.
As coisas ficam ainda mais difíceis quando os Hathaways recebem uma carta, da viúva do falecido lorde Ramsay – antes de Leo – e sua filha, requisitando a mansão Ramsay, onde Leo e sua família amam viver. Uma clausula no documento no entanto, diz que a única forma de manter os Hathaways em sua casa, é seu lorde – Leo – se casar e ter um filho no prazo de um ano.

" – Milorde – disse ela com dificuldade -, por que veio atrás de mim? O que quer de mim?
 - Estou surpreso por você ainda ter de perguntar. – murmurou Leo, ainda lhe acariciando os cabelos. – Quero lhe fazer uma proposta, Cat.” Página 135

É um dos romances épicos mais encantadores que já li. O romance é bem escrito, com cenas bem dosadas de cenas sexy e com um ritmo bem espaçado entre o bom e o óbvio, ou seja, a autora conseguiu engajar uma história simples em cenas bem escritas e que abordam os clichês em alguns momentos, mas não perdem seu encanto.
Os personagens são perfeitamente construídos e me peguei soltando suspiros por Leo Hathaway e seu jeito único de ser. É uma leitura gostosa, que consegui finalizar em algumas horas e a escrita de Lisa Kleypas me conquistou.
Como disse no começo da resenha, não li os outros livros da série mas também não senti dificuldade alguma em ‘acompanhar’. O trabalho gráfico é muito bem feito e não encontrei erros na revisão.

Mas e você, está esperando o que para se aventurar neste delicioso romance?

0 comentários:

Postar um comentário

Comente! Sua opinião é muito importante para nós.