[RESENHA] Quanto tudo volta - John Corey Whaley


QUANDO TUDO VOLTA – JOHN COREY WHALEY

Uma morte por overdose. Um fanático estudioso da Bíblia. Um pássaro lendário. Pesadelos com zumbis. Coisas tão diferentes podem habitar a vida de uma única pessoa? Cullen Witter leva uma vida sem graça. Trabalha em uma lanchonete, tenta compreender as garotas e não é lá muito sociável. Seu irmão, Gabriel, de 15 anos, costuma ser o centro das atenções por onde passa. Mas Cullen não tem ciúmes dele. Na verdade, ele é o seu maior admirador. O desaparecimento (ou fuga?) de Gabriel fica em segundo plano diante da nova mania da cidade: o pica-pau Lázaro, que todos pensavam estar extinto e que resolveu, aparentemente, ressuscitar por aquelas bandas. Em meio a uma cidade eufórica por causa de um pássaro que talvez nem exista de verdade, Cullen sofre com a falta do irmão e deseja, mais que tudo, que os seus sonhos se tornem realidade. E bem rápido.

  
Bom, quando pude escolher esse livro pra resenhar eu quase não acreditei. Fiquei com uma enorme expectativa pela leitura, pois li muitas opiniões de blogs e a maioria eram boas. Quando o livro chegou pelo correio eu quase tive um troço por tanta curiosidade e é claro, comecei a leitura na hora e terminei em menos de dois dias. Quando comecei a ler, eu me surpreendi, pois nunca havia lido um livro com esses temas tão diferentes e que ser completam de uma forma extraordinária. Todos os personagens se conectam em algum momento da história, todos tem seu papel nessa trama. É um livro que faz uma mistura de histórias, que faz você ficar boquiaberto, é algo inovador, criativo e maluco.

“Quando alguém está cercado por centenas de zumbis e todos estão olhando para seu único primo, ele só consegue entoar as palavras de uma canção que ouviu no rádio de seu irmão mais novo.
E, quando morremos,
Todos temos asas.
Não precisaremos mais de pernas para ficar de pé." Pág. 35/36

Cullen Witter tem 17 anos e vive em Lily, Arkansas, onde nada acontece, segundo Cullen. Até uma suposta aparição de uma rara raça de Pica-pau, o Pica-pau Lázaro, e isso deixa a cidade muito agitada. Enquanto o aparecimento do pássaro deixa a cidade em alvoroço, o irmão mais novo de Cullen, Gabriel, some sem deixar pistas de seu paradeiro, o que acaba gerando muitas suposições.
A cidade não está nem um pouco interessada no desaparecimento de Gabriel e sim no aparecimento do extinto pássaro e isso deixa Cullen revoltado. Semanas se passam sem nenhuma notícia, sobre o "desaparecimento", buscas e mais buscas acontecem, mas sem nenhum êxito. Com a ajuda de seu melhor amigo, Lucas Cader, e da namora dele, Mena Prescott, Cullen tenta superar os recentes acontecimentos que vem lhe batendo a porta. Cullen sente que tem que reconstruir sua família, enquanto seu irmão não é encontrado.

"O sentido de um pássaro aparecer, e de um garoto desaparecer, e você saber de tudo isso. O sentido disso não era salvar você, mas alertá-lo. Alertá-lo acerca da confusão, da ilusão e da suposição." Pag. 220

Um dos fatos que mais me causou impacto, foi a naturalidade de Cullen em ir reconhecer um corpo. A descrição do autor foi bem estranha, pude perceber que tinha um sarcasmo para descontrair e fazer a história rolar. Os personagens foram bem construídos e o autor conseguiu por uma personalidade única em cada um deles, o que eu mais gostei foi o Gabriel, um garoto sonhador, inteligente e que vive no seu mundo, isso foi um dos motivos por eu ter lido tão rápido. O autor soube como unir várias histórias em uma, e ele conectou tudo isso. Lá pro final você consegue entender, o que cada personagem tem haver um com outro. Os cenários descritos foram detalhados de um jeito simples e consegui imaginá-los bem. Surpreendi-me com a astucia do autor em usar a tática do mistério, para prender seus leitores. O principal motivo para eu ter lido o livro, foi por causa desse súbito desaparecimento de Gabriel, o autor conseguiu trabalhar muito bem em cima disso. A capa é linda, apesar de terem falado que foi inspirado em certa capa*. A diagramação é perfeita, tem um espaçamento enorme entre as linhas e em cada início de capitulo tem um detalhe lindo. Encontrei uns dois ou três erros na revisão, mas nada muito complexo. Como disse, o autor tem uma ótima escrita, que sabe trabalhar nos assuntos proposto por ele. Ótimo livro pra quem deseja ler uma história envolvente e apaixonante, cheia de mistério e sarcasmo.
  

13 comentários:

  1. Eu amei completamente esse livro!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que bom Miriam! Parece ser bem legal mesmo, eu estou amando estes novos lançamentos da NC!

      Excluir
  2. Ai, adorei a resenha!! Nossa, que opinião maravilhosa.... Já vou garantir o meu.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eba! Que bom que gostou da resenha do Luan Hellaah, obrigada pela visita!!! :D

      Excluir
  3. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  4. A sua resenha me deixou muito curiosa, já vou garanti o meu. A história parece muito bem construída, amei! Parabéns

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada pela sua opinião Penha, na resenha do queridíssimo Luan! Volte sempre!
      Beijinhos

      Excluir
  5. Nossa fiquei curiosa, parece uma mistura de tudo e mais um pouco...rs. Quero ler.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada pela visita Sabrina! Volte sempre :D

      Excluir
  6. Gente!!! A-DO-REI... Já quero pra mim!! rs
    Resenha muito boa!! Parabéns!!

    Beijos
    http://cafecomlivroo.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada pela visita flor, um grande beijo!

      Excluir

Comente! Sua opinião é muito importante para nós.