Tagarelando... Acordando para a vida

             Tagarelando... Acordando para a vida


Juntando todas as minhas desilusões amorosas, todas as promessas que nunca cumpri, todas as pessoas interessantes que deixei de conhecer e todas as vezes que deixei de fazer algo que queria, por medo de fazer errado, sabe o que eu tenho? Um monte de arrependimento. Simples assim.
Sempre fui o tipo de garota que nunca esteve satisfeita com nada; que não gosta nem do frio e nem do calor, nem do preto e nem do branco, nem de si mesma e nem dos outros. Soa meio estranho se for parar para pensar, mas nada resumiria melhor a minha vida, que essas simples e singelas palavras.
Acho que estive tão obcecada ao pensar que estava perdida, que nunca antes, tinha parado para pensar que nessa vida, eu nunca ao menos me encontrara. Não sabia quem era antes de ser quem sou hoje. Confuso. Bagunçado. Assim como eu.
Passei anos da minha vida adiando os meus sonhos, encontrando mil obstáculos no caminho, quando o tempo todo, o único obstáculo que sempre se fez presente, foi eu mesma. Eu e a minha preguiça. Eu e a minha terrível capacidade de procrastinar tudo. E já é tarde da noite quando enfim me dou conta disso.  Tarde, porém, não tarde o bastante para que eu dê meia volta agora mesmo e coloque as coisas em ordem. Enfim chegou a hora. Enfim passou da hora. Enfim estou na hora certa. Preciso me encontrar.


0 comentários:

Postar um comentário

Comente! Sua opinião é muito importante para nós.