O Drunk Questiona - Safaa Dib: Coordenadora Editorial da Saída de Emergência


O DRUNK QUESTIONA – TUDO O QUE VOCÊ PRECISA SABER SOBRE O PRÊMIO BANG EM UMA ENTREVISTA EXCLUSIVA COM A EQUIPE DA SAÍDA DE EMERGÊNCIA!



O que vocês esperam dos participantes do Prêmio Bang? Qual é a expectativa de vocês em relação à isso, era um projeto que vinha sendo planejado há muito tempo?
Sempre foi nossa ambição instituir um prêmio de literatura fantástica que incentivasse novos autores a revelarem os seus textos. Ainda não tínhamos começado a publicar os nossos livros no Brasil e já sabíamos que tínhamos que criar este prêmio. Mal foi anunciado, as reações foram excelentes. Recebemos muitas dúvidas e perguntas e todos manifestaram interesse em participar. Em 1 mês já recebemos mais de meia centena de submissões o que superou as nossas expetativas. Esperamos que o nível de participações cresça ainda mais nos próximos meses.

Quais as dicas que vocês podem dar para os participantes, em relação à escrita do manuscrito?
Os participantes devem ter o cuidado de construir uma história com princípio, meio e fim e que deixe o leitor curioso e o surpreenda constantemente pela qualidade de escrita do autor. Devem também conhecer bem o campo em que escrevem; a fantasia, a ficção científica, o horror são gêneros com excelentes autores, especialmente na língua inglesa. Os participantes podem e devem aprender com os mestres, mas sem sacrificar a sua própria voz original e o contexto em que vivem.

E em relação aos manuscritos, o que vocês esperam encontrar? Qual o tipo de história vocês estão ansiosos por ler?
Esperamos dos participantes manuscritos com boas histórias, bem escritas e capazes de conquistar leitores brasileiros e portugueses ávidos por literatura fantástica escrita na língua portuguesa. Queremos textos que nos surpreendam e que não sejam meras colagens de livros americanos ou ingleses.

Esta é a primeira vez que uma premiação assim é feita no Brasil, uma ótima oportunidade para os escritores iniciantes. Será somente desta vez, ou vocês pretendem dar continuidade, a quem sabe, uma segunda edição do Prêmio Bang?
Face ao ritmo de submissões que enfrentámos no primeiro mês, é certo que haverá uma segunda edição do prémio, o que deverá deixar muitos autores contentes com a possibilidade de concorrerem no próximo ano.

O prazo para avaliação dos manuscritos termina em julho. A avaliação dos mesmos começara imediatamente ou por ordem de chegada?
Para evitar acumular muito trabalho na reta final, já iniciámos a avaliação, mas a nossa experiência neste tipo de prêmios indica que dezenas de manuscritos deverão chegar no último minuto do prazo.

O que vocês acham da literatura nacional? Como surgiu a ideia do Prêmio?
A literatura brasileira fantástica está a atravessar um momento de euforia e sucesso que seria impensável há dez anos. Vários autores conseguiram ganharam um forte destaque comercial e cativaram o público de uma forma massiva. Acreditamos que existem aí muitos novos autores com potencial e com capacidade de voarem do ninho. Queremos estar lá para garantir que voam alto. A ideia do prêmio surgiu através do Luís Corte Real, o editor da Saída de Emergência, e o nosso parceiro no Brasil, a editora Sextante, adorou o projeto. 

Quantos revisores compõem a equipe que avaliará os manuscritos? A avaliação será muito criteriosa?
Estarão envolvidas cerca de 10 pessoas na triagem dos manuscritos. Os nossos critérios derivam de anos de experiência editorial na literatura fantástica. Sabemos o que queremos ler e o júri irá ajudar-nos nesta tarefa. Os nomes dos membros do júri serão anunciados muito em breve. Não queremos apenas seguir modas passageiras, mas criar condições para o desenvolvimento de uma tradição literária, não só no Brasil mas também em Portugal, que saiba cumprir – e quem sabe subverter – as regras deste tipo de literatura. A literatura fantástica dá novos mundos ao mundo, e é nosso objetivo que esses novos mundos sejam criados também na língua portuguesa.

Entrevista respondida via E-mail, no dia 03/02/2014 pela Coordenadora Editorial da Saída de Emergência; Safaa Dib. Reproduza com os devidos créditos.




3 comentários:

Comente! Sua opinião é muito importante para nós.