P.S Eu Te Amo - Cecelia Ahern

Booa Tarde Drunk Lovers! Essa resenha já deveria ter saído, mas andei muito ocupada esta semana que passou... Para quem não sabe, estou dirigindo a peça 'Capitães de Areia' no colégio e a apresentação já é dia 25, estou muito preocupada e me esforçando para que tudo dê certo! Mas as coisas não irão ficar paradas por aqui, ainda hoje eu acabarei com os atrasos e postarei mais algumas novidades. E quem tiver a oportunidade de comentar, ficaria muito feliz! Beijão...




P.S Eu Te Amo - Cecelia Ahern


Sinopse: Algumas pessoas esperam a vida inteira para encontrar sua alma gêmea. Mas esse não é o caso de Holly e Gerry. Eles eram amigos de infância, portanto conseguiam saber o que o outro estava pensando e, até quando brigavam, eles se divertiam. Ninguém conseguia imaginá - los separados. Até que o inesperado acontece e Gerry morre, deixando-a devastada.
Conforme seu aniversário de 30 anos se aproxima, Holly descobre um pacote de cartas no qual Gerry, gentilmente, escreveu uma carta parra cada mês da nova vida dela sem ele. Com ajuda de seus amigos e de sua família barulhenta e carinhosa, Holly consegue rir, chorar, cantar, dançar e ser mais corajosa do que nunca. Ela percebe que a vida deve ser vivida, mas que é sempre bom ter alguém pra te guiar. 


Resenha por Kate: Como seria para você, encontrar a sua alma gêmea? Alguém que a entendesse melhor do que ninguém, fosse seu melhor amigo, conhecesse todas as suas manias, todos os seus defeitos e ainda te amasse mesmo assim? Holly Kennedy teve a sorte de encontrar em Gerry a alma gêmea que na maioria das vezes as pessoas levam anos para encontrar e que as vezes nem mesmo encontram. Ela vivia por ele e por seu amor, desde que se conheceram, há muitos e muitos anos atrás. Todos diziam, que eles seriam um casal feliz até o resto de suas vidas, porque não existia amor nenhum no mundo que fosse como o de Holly e Gerry.

Mas o destino pareceu pensar diferente quando Gerry, após muita insistência de Holly, decide ir ao médico para descobrir os reais motivos de suas terríveis dores de cabeça e descobre que há um tumor crescendo depressa em seu cérebro. E por mais que Holly tenha largado o emprego como secretária - que aliás, detestava - para cuidar do marido em tempo integral, o tumor já estava evoluído demais para que ele tivesse alguma chance. E depois da morte da pessoa que mais amava no mundo, Holly precisa redescobrir sua vontade de viver. 


" _ Não posso fazer isso o tempo todo, sabe, Hol? Pode ser que um dia eu não esteja aqui, e aí, o que você vai fazer?
 _ Pedir para o meu novo marido dar um jeito - respondeu ela, esforçando-se para afastar os pés gelados dele dos dela.
 _ Rá!
 _ Ou me lembrar de apagar a luz antes de vir para a cama. 
 Gerry resmungou.
 _ Isso é bem difícil de acontecer, minha cara. Vou ter que deixar uma mensagem no interruptor antes de partir para que você se lembre." Pág. 12


Após a morte do marido Holly passa a viver em uma tristeza sem fim; em que não sai mais de casa para nada, não come, não toma banho e nem atende o telefone. Sua vida sem Gerry não faz mais sentido. E por mais que seus amigos e familiares tentem fazer com que Holly saia de casa, e supere, nada parece funcionar. 

Até que ela descobre que Gerry fez realmente uma lista para ela; com cartas mensais que indicam o que Holly deve fazer agora que terá de viver sem ele. E é se apegando á essas últimas mensagens de Gerry, que Holly descobrirá que deve seguir em frente com sua vida, e que por mais que doa, ela precisa ser corajosa. 


" _ G-zuis, Holly! - exclamou Leo, seu cabelereiro. _ Olha o seu estado! Pessoal, abram caminho! Abram caminho! Tenho uma mulher em condições críticas! - Ele piscou para ela e foi empurrando quem estava no caminho. Puxou a cadeira e a colocou sentada.
 _ Obrigada, Leo, estou me sentindo bem atraente depois desse comentário - murmurou ela, tentando esconder o rosto vermelho de vergonha. 
 _ Pois não se sinta assim, você está um caco!" Pág. 23


P.S Eu Te Amo, é com toda a certeza, o meu livro favorito do ano! Antes de pegá-lo para ler, achei que seria a leitura mais melosa e dramática que eu faria mas apesar de se tratar de um tema triste; a perda de alguém que amamos, foi um livro que me fez rir á beça. 
É como um jogo, em que passamos por diversas fases, alcançando diversos níveis diferentes... Primeiro, acompanhamos uma Holly destruída e terrivelmente abalada com a morte do amado. Depois, pouco a pouco, vamos vendo um lado divertido dela, que não conhecíamos. Ela não deixa de amar Gerry e de sentir sua falta em nenhum momento mas a medida em que as cartas da lista vão chegando ao fim, Holly vai aprendendo e redescobrindo coisas que a renovam e a presenteiam com a força de vontade e a determinação de que ela precisa para essa nova fase de sua vida. 

Os personagens da obra de Cecelia Ahern, são extremamente bem construídos, todos eles. Até mesmo, os secundários. E a obra é bastante complexa, com uma mistura de gêneros, enredos e situações maravilhosamente surpreendentes. Holly não é aquela personagem principal irritante e desagradável, muito pelo contrário, é uma personagem forte e de grande destaque que me lembrou muito as protagonistas dos romances de Sophie Kinsella - uma de minhas autoras favoritas. 

E apesar de ser um livro com 365 páginas, é uma leitura leve e muito agradável. Adorei todas as tarefas á que Gerry impôs á amada. Vão de tarefas românticas e divertidas á tristes e abalantes. Uma de minhas favoritas, foi quando ele pediu á Holly para que enfrentasse o seu trauma - de karaoques. 
E a amizade de Holly, Sharon e Denise é encantadora, muito similar ás que vemos por aí.

E para concluir, apesar de achar que a capa do livro poderia ter sido muito bem a mesma que a do filme, gostei da arte da Novo Conceito. Como sempre, um cuidado meticuloso com cada pedacinho da obra. 

P.S Você também vai se apaixonar por Cecelia Ahern!






Kate Willians
KATE_WILLIANS Uma blogueira aquariana de 17 anos, que ama escrever e ler de tudo, adora The Vampire Diaries e é mais desastrada que um pato. Sonha em ser jornalista e acaba de publicar o seu primeiro livro; Debaixo das Minhas Asas.

0 comentários:

Postar um comentário

Comente! Sua opinião é muito importante para nós.