Luxúria - Eva Berlin

Boom dia Drunk Lovers! Esta resenha era para ter sido publicada ontem, mas acabei ficando sem internet, então peço desculpas. Já já vai sair um post que eu garanto que irá agradar á todos, então fiquem ligados! E não deixem de comentar nas nossas resenhas, galera. Abraços :D






Luxúria – Eva Berlin


Sinopse: Quando Dylan Ivory, escritora de romances eróticos recebe o contato de Alex Walker nem imagina o quanto esse homem pode mexer com seus pensamentos.

Conhecido por ser um famoso dominador em relações sadistas e sadomasoquistas, Alex tenta convencer Dylan de que a melhor forma de se aprofundar no assunto – e então escrever um livro o mais próximo possível da realidade – é viver uma experiência como submissa e sentir na pele a sensação desse tipo de relação. Para Dylan, que é fanática por ter o controle de tudo em sua vida, essa proposta não será fácil de ser aceita.

Embalados pro um misto de prazer e apreensão, o casal se vê em uma situação tentadora enquanto evitam entregarem-se ao sentimento que nasce entre eles.


Resenha por Kate: Depois de Cinquenta Tons de Cinza, várias autoras novas, começaram a surgir no ramo de literatura erótica. Criaram coragem para expor a sexualidade e o lado obscuro dos romances, trazendo temas como o sadomasoquismo por exemplo, para a literatura com força total. E esse tremendo estouro, é claro, levou várias editoras á investirem nessas obras. E nomes renomados como a Lua de Papel (Parte do grupo Leya Brasil) sem sombra de dúvidas, não deixaria de marcar presença nessa lista.

Dylan Ivory é uma escritora de 33 anos que se orgulha por ter o controle sobre tudo em sua vida. Tem poucos amigos e carrega consigo muitas mágoas desde a morte de seu irmão caçula Quinn, com quem era muito apegada.
Porém tudo muda quando ela encontra Alec Walker, um dominador, que irá ajudá-la a encontrar as informações de que precisa para criar a sua nova obra e a vivenciar a experiência, também.


“_ Dylan... – a voz de Alec era profunda, suavizada pelo desejo.
_ Alec, você me trouxe faz só dez minutos.
_ Eu sei. Mudei de ideia. Ainda não estou pronto para deixar você.” Pág. 200


Alec também é escritor e juntos, ele e Dylan percebem que vivem uma química única e intensa, desde o primeiro dia em que se encontraram.
Dylan então descobre que ao se apaixonar pela primeira vez na vida, deverá abrir um pouco a mão em relação ao seu controle, para poder viver ao lado de Alec. Enfrentando também os seus medos e aprendendo a conviver com eles de forma saudável.


“Venha atrás de mim, maldição!
 Não venha atrás de mim.
 Maldição!” Pág. 232


E muito embora eu tenha ficado extremamente ansiosa por essa leitura, me decepcionei bastante... A escrita de Eva Berlin é amadora demais, me levando a acreditar que se muitos criticaram tanto E.L James, não será ela a escapar das criticas. O enredo, embora á primeira vista pareça sedutor, é completamente frustrante. Vemos Dylan e Alec se conhecerem devido á um objetivo profissional e então se apaixonarem perdidamente logo de cara, e isto vindo de personagens que se diziam tão ‘controladores e sensatos’ em relação á sua vida. 

Com o passar das páginas, as coisas pioram ainda mais. Não entendi muito bem o papel do narrador em Luxúria, já que por mais que a história seja narrada em terceira pessoa, o narrador acaba que por participando demais da história; interferindo por muitas vezes, no andamento da mesma, dando a sua própria opinião sobre o que acontecia nas cenas. Isso me irritou profundamente, até mesmo porque ‘maldição, diabos, porra’ e etc, foram tão usados na narrativa que acabaram que por me enjoar.

E sem contar que, para personagens de trinta e poucos anos, os protagonistas agiram o tempo inteiro como adolescentes. Os personagens secundários foram totalmente esquecidos pela autora, não ganhando importância alguma. E Dylan e Alec não fizeram nada mais que sexo durante todo o livro, não vi nenhum dos dois trabalhando, saindo com os amigos ou algo parecido.  Então, embora a Lua de Papel, tenha caprichado de verdade na estética da obra – o que para mim, pareceu um desperdício total – o conteúdo estragou toda a minha concepção final. A história fluiu ‘mecânica’ demais para mim, então sim, você pode até gostar de ler se der uma chance. Mas não, eu não estou nem um pouquinho interessada em ler a continuação da série.



Capa: 5
Enredo: 2
Desenvolvimento da História: 2



ESPECIAL GINCANA



Kate Willians
KATE_WILLIANS Uma blogueira aquariana de 17 anos, que ama escrever e ler de tudo, adora The Vampire Diaries e é mais desastrada que um pato. Sonha em ser jornalista e acaba de publicar o seu primeiro livro; Debaixo das Minhas Asas.

0 comentários:

Postar um comentário

Comente! Sua opinião é muito importante para nós.