O Drunk Questiona: Janaína Rico


Booa noite Drunk Lovers! Hoje estou feliz, porque estamos voltando com um quadro que eu particularmente AMO: O Drunk Questiona, e garanto para vocês que as surpresas não param por ai... E nada mais justo, do que 'estrear' com uma super autora! Estão prontos, para conhecer a autora de Ser Clara? 



O Drunk Questiona: Janaína Rico










Kate: Saber que uma autora tão incrível e bem sucedida como você, nos cederia uma entrevista, me deixou pulando de alegria! E antes de mais nada, eu gostaria de saber; Jana, você se sente realizada com a sua carreira como escritora?

Janaína:  Extremamente! Eu não poderia ter escolhido uma carreira melhor para mim. Faço aquilo que gosto. Leio e escrevo todos os dias, e praticamente o dia inteiro. Sou uma pessoa realizada profissionalmente.

Kate: Sou uma grande fã de ‘Ser Clara’, até porque, você é dona de uma narrativa extremamente envolvente e picante... E sobre isso, andei visitando o seu site e notei que você realmente gosta de mostrar esse seu lado para os fãs. Achei isso muito legal e aprovei a sua atitude; mostrar que todas as mulheres devem explorar esse lado, independente de tudo! Queria saber, como você se sente em relação á isso; é mesmo importante para você ‘expor’ esse lado dos seus personagens em suas obras? Por que?

Janaína: Construo personagens femininos reais, e como uma mulher de verdade tenho que falar da sua carreira, dos seus amigos, da sua família e também do seu sexo. Acho que a parte picante do livro é necessária na trama, para dar ritmo e ficar interessante.

Kate: Ainda sobre Ser Clara, como foi que surgiu a sua inspiração para escrever a obra? Quando foi que você decidiu, que Clara seria a sua heroína da vez?

Janaína: Eu já pensava na Clara muito antes. Queria escrever sobre uma pessoa comum, com qualidades e defeitos. Ela tem o biotipo de uma brasileira, bebe cerveja, fala palavrão, faz besteira. Estava cansada de ler romances de mulheres perfeitas. Não existe perfeição. A inspiração veio da minha vida, da vida das minhas amigas, das minhas irmãs. A Clara é um pouquinho de todas as mulheres.

Kate: E é claro que os seus fãs querem saber; quais serão os seus próximos passos? Você está escrevendo algo novo? Quando veremos mais de Janaína Rico no mundo literário?

Janaína: No mês que vem o Apimentando será lançado. É a história da Luciana Teixeira, a sexóloga mais famosa do país. Assim como o Ser Clara, é um chick lit com uma pegada policial. Gosto de tentativas de assassinato e mudanças na trama. Deixam o livro divertido. 

Kate: Como todo bom autor, você deve gostar de ler! O que anda fazendo sucesso na sua estante? Você costuma avaliar algum critério, antes de escolher um livro para pôr no ‘carrinho’?

Janaína: Estou dando preferência à literatura nacional. Neste momento, estou lendo “Pobre não tem sorte” da Leila Rego, e o próximo da fila é o “Guardians” da Luciane Rangel. Gosto muito de romances femininos, é o meu maior critério.

Kate: Todos nós sabemos o quanto a literatura brasileira tem evoluído, nos últimos anos. Estamos a caminho de nos tornar um país que ‘publica mais nacionais’ do que ‘estrangeiros’... Queremos que fale; como autora, qual a sua opinião sobre as obras nacionais? Você admira algum autor brasileiro?

Janaína: Muitos! Enderson Rafael, Paula Pimenta, Tammy Luciano, Liana Cupini... Ih, se eu for falar de todo mundo só paro amanhã. As obras nacionais estão cada dia melhor! Sinto muito orgulho.

Kate: E o que podemos saber sobre a Janaína, por trás dos livros, por assim dizer? Como você é no seu dia – a – dia, Jana?

Janaína: Sou uma pessoa simples. Gosto de ficar em casa, com meu marido e meu filho. Adoro frescurinhas femininas, como ir ao salão de beleza e sair para comprar sapatos. Frequento cinema, gosto muito de viajar, e adoro cozinhar para a minha família.

Kate: Como foi que tudo começou, Jana? Como foi que descobriu que queria ser autora? Você poderia dar alguma dica, para quem quer seguir o mesmo caminho?

Janaína: Acho que já nasci com isso. A primeira vez que pensei em escrever um livro eu tinha 12 anos. Sempre li muito. Na adolescência eu era um E.T. que lia enquanto minhas amigas iam para baladinhas. A única dica que posso dar é persistência. É uma carreira muito difícil, mas que vale a pena.

Perguntas rápidas
Um livro: Pode ser o meu? (risos)
Uma música: Mulheres (meu marido dedicou para mim no nosso casamento)
Um autor: Marian Keys
Uma frase: Você é capaz.
Um ídolo: Todos os professores do país
Um sorriso: o sincero

Kate: Estamos encerrando, mas antes, eu gostaria que você deixasse um recadinho para os leitores que acompanharam essa entrevista até o fim e que deixasse o seu próprio para os seus fãs! Diga o que quiser! E obrigada pela entrevista, nós nos divertindo muito construindo ela!

Janaína: Gente, muito obrigada. Só tenho que agradecer todos os dias pelo carinho que recebo de vocês. Sou uma pessoa de sorte, por ter leitores tão queridos me acompanhando. 




Quer ser o Top Comentarista de Agosto/Setembro, preencha aqui, o formulário

 
Kate Willians
KATE_WILLIANS Uma blogueira aquariana de 17 anos, que ama escrever e ler de tudo, adora The Vampire Diaries e é mais desastrada que um pato. Sonha em ser jornalista e acaba de publicar o seu primeiro livro; Debaixo das Minhas Asas.

0 comentários:

Postar um comentário

Comente! Sua opinião é muito importante para nós.