A Volta De Sherlock Holmes - Sir Arthur Conan Doyle


 Hey Avengers do Drunk Culture, aqui fala o seu Capitão James McQueen, para começar , a Kate e o Lucas estão sem net ai sobrou para mim avisar para vocês. Aqui está minha postagem da livro A Volta De Sherlock Holmes, que é muito colossal, aqui está algumas aventuras desse grande detetive, espero que degustem disso tudo. Boa leitura!!!!



Sinopse: Este livro reúne treze casos posteriores à morte do prof. Moriarty, em que acreditava-se que também Holmes tivesse falecido. Entre eles estão, além do que marca o retorno do detetive, outros grandes como Os seis bustos de Napoleão , Os dançarinos e O construtor de Norwood .

Resenha por James: fiquei muito empolgado por fazer a resenha desse livro tão colossal, porém, devo dizer que esperava uma história única, praticamente a continuação do filme. Vou fazer a resenha dos casos que me chamaram mais atenção, espero que gostem.

A Casa Vazia
Simboliza a volta do titã, já que ele estivera desaparecido durante três anos sem dar noticia. Mesmo com o prof. Moriarty, alguns membros da ordem dele tentam elimina-lo. Com isso, ele fica praticamente invisível, porém, com a maioria da ordem morta, restavam apenas alguns membros. Então chega a hora de Sherlock reencontrar Watson (não vejo Watson com tanta aparição nesses casos). Com os dois reunidos, também chega Lestrade para informar que há um novo caso bem estranho, onde Sherlock vê que tem ligação com a ordem de Moriarty. O bom neste caso é que tem uma singularidade bem complexa e muito bem feita.

“-Este caso apresenta realmente aspectos muito curiosos Watson. Acho que chegou a hora de fazer algumas revelações ao nosso amigo Lestrade. Ele se divertiu a nossa custa e, se a minha interpretação do problema for exata, vamos pagar-lhe na mesma moeda. Sim, sim, creio que já sei como devemos agir.”
                                                                                      Sherlock Holmes Pg. 56

Os Dançarinos
Bom, para começar, não tem nenhum dançarino de verdade aqui, esses “dançarinos” são basicamente um código que aparece numa casa, onde Holmes e Watson são chamados para resolver esse mistério e, de quebra, desvendar o código dos dançarinos. Com o decorrer do caso a coisa vai começar a ficar feia porque esse código foi começa a ter ameaças. Assim começa as tragédias.

-Olhe aqui senhor, não está tentando me assustar? Se a mulher esta tão ferida como diz, quem escreveu esta mensagem?
-Eu, para fazer com que viesse.
-O senhor a escreveu? Ninguém na terra além Junta conhecia o segredo dos dançarinos. Como conseguiu escrevê-la?
                                                                                  Holmes e Slaney Pg. 91

Charles Augustus Milverton
Este foi o mais criativo que eu já vi, apesar de haver uma desavença nesse caso, ainda continua sendo o meu preferido. Trata –se de um caso em que Holmes fica desnorteado, então recorre ao Sr. Milverton que é um golpista de mão cheia, trapaceiro, vigarista, chantagista e outros atributos negativos. Apesar de ser muito esperto, Holmes o considerava um demônio, porém ele tinha atributos que ele admirava como a esperteza e precisão, onde Holmes julgava-o muito mais esperto que ele próprio. Contudo, Milverton tinha recursos que Holmes procurava para seu caso, porém não os ofereceu para seu velho rival. Com tudo isso em jogo, Holmes e Watson usam métodos “baixos” para conseguir seus objetivos.


“-Não é possível evitar meu caro. É preciso jogar as cartas da melhor maneira quando há uma aposta tão alta sobre a mesa. Contudo, alegro-me em dizer que tenho um rival detestável que se apressará em tirar-me a noiva assim que virar as costas. Que tempo maravilhoso, esta noite!”
                                                                                                         Holmes Pg. 186

Os Três Estudantes
Essa é para aqueles caras que gostam de dar um míngue numa prova. Numa universidade, na véspera de um teste importante para uma bolsa de estudos, há uma certa tentativa de cópia dos exames, contudo, sem êxito. Então Holmes é chamado (não diga!!) para resolver esse caso que parece muito simples, apesar de haver apenas três suspeitos que são alunos do próprio recinto e estavam se preparando para o teste. Coincidência, creio que não.

Pedro Negro
Um dos casos mais sangrentos e de pura lógica vindo de nosso amigo Holmes. Pedro Negro foi assassinado de forma brutal, apesar de ser conhecido por ter a mesma característica violenta, e deixa a policia, literalmente de perplexa. Todavia, deixou Holmes e Watson ansiosos por ser algo extremamente diferente e colossal. No começo, pensaram que era um tipo de vingança ou periférico, mas ao decorrer do caso, isso se torna fora de questão, primeiramente pela morte, onde era necessária uma força absurda para matar daquele jeito e a policia, como sempre, acusava qualquer um que estava na cena do crime.

Mas é claro que partindo de Sherlock Holmes seria um livro muito detalhista, com muita ação e aventura (apesar de curta) e vários elementos  minúsculos onde a maioria não vê. Sem contar as situações quase surpresas onde Holmes se metia.

Deveria dar mais espaço para Watson, parece que ele é só enfeite, há também a história, foi muito curta, gostaria de mais detalhes e mais personagens nessas aventuras.

Capa: 4
Desenvolvimento da história: 5
Enredo: 5


ESPECIAL GINCANA


James MacQueen
JAMES_MCQUEEN Metaleiro. Nerd. Viciado em Games, The Avengers, louco por mitologia, maluco por tecnologia ah e é claro, nerd AO EXTREMO.

0 comentários:

Postar um comentário

Comente! Sua opinião é muito importante para nós.