Volume 2 Sagas Estranho Oeste


Hey Avengers do Drunk Culture, aqui fala o James e estou postando minha resenha desse livro
que não me deixou de cabelo em pé mas me deixou vidrado. Espero que gostem da resenha.
Vida longa e prospera!!!!





Volume 2 Sagas Estranho Oeste

Sinopse: Feiticeiros, mortos-vivos, espíritos ancestrais! Aventure-se através de desertos
misteriosos e cidades fantasmagóricas no segundo volume da série Sagas. Estranho Oeste
apresenta cinco histórias arrepiantes, escritas por alguns dos melhores autores da Literatura
Fantástica brasileira. As trilhas selvagens do Velho Oeste nunca mais serão as mesmas!

Resenha por James (Jay): Bueno, como esse livro tem algumas histórias diferentes e, de certa
forma não são paralelas, e o livro é curto, vou escrever uma resenha de cada história contida
no livro inteiro.

Bisão do Sol Poente

Como a história fala sobre o Velho Oeste, começa com um caçador de recompensas chamado
Kane Blackmoon, que adora brincar de gato e rato com alguns bandidos só para ganhar
um dinheirinho extra. Contudo sempre há um vilão “principal” que para ele era Hernanes
Calderón – o assaltante de bancos. No meio de sua jornada, encontra uma carnificina, cheia
de pessoas mortas ( NÃO DIGA) e entre ele , alguns membros da gangue de Calderón . no meio
desse dilema, encontra um índio sioux: Sunset Bison, um xamã, que iria revelar seu verdadeiro
propósito nessa cruzada sobrenatural.

“Vá com calma, Sunset! Você quer dizer que eu , além de ter um espírito protetor, sou
descendente de caçadores de criaturas bizarras e do inferno?”
Kane Blackmoon Pg. 33

“Seu trabalho, Kane Blackmoon, assim como o de seus antepassados, é caçar anomalias, é
manter o equilíbrio.”
Sunset Bison Pg.33

Aproveite o Dia

Este fala sobre um profeta chamado Jeremiah Duncan, que tem um poder tipo “o olho que
tudo vê”, onde consegue ver a verdadeira face de algum lugar ou pessoa (como se fosse uma
visão de raio-x). Quando é “atraído” por uma madame: Mama Belle, que não é nenhuma
mama. Nesse conflito, o profeta é praticamente obrigado a eliminar uma maldição presente no
local: um tipo de prisão no tempo, onde todos que estão no saloon são forçados a nunca sair
dali, nem mesmo mortos.

“Confia em mim? Mas eu recém cheguei! E, apesar de competente com a arma, não passode
mais um nessa selva que é o Oeste.”
Jeremiah Duncan “O Profeta” Pg. 50

“Falar de si mesma em terceira pessoa é mal sinal, mau sinal mesmo.”
Jeremiah Duncan “O Profeta” Pg. 53



Essa é a minha preferida, mas isso não importa. Um massacre é como tudo começa: várias
crianças mortas, sangue para tudo quanto é canto e somente uma freira sobreviveu (ou quase
morreu). Praticamente, em seu último suspiro de vida, um vulto negro (gosto de chamá-lo de
Ceifador) aparece diante dela prometendo vingança e justiça. Mas, como tudo necessita de um
preço, o “Ceifador” queria como moeda de troca sua fé (parece ser muito preciosa para um
cara como esse). Como era de se esperar, ela começa a ser um tipo de “Justiceira”, levando as
pessoas corruptas para o “Ceifador” e corrompendo outras pessoas para seu agrado.

“-Aqui está tudo o que precisa para se vingar. Vá e torne-se o arauto da minha fé. Mate todos
e reclame de volta a sua dignidade. Leve a minha justiça ao mundo.”
“O Ceifador” Pg. 76

E já saiu matando tudo quanto é gente, se tornando um “Exterminador”. Quando, finalmente
chegou o dia de sua desejada vingança...

Justiça... Vivo Ou Morto

Agora entra uns “garspazinhos” no Velho Oeste onde um pistoleiro de aluguel: Cole Monco,
um homem nada amigável mas com boa pontaria, encontra Josh – um fantasminha camarada
– que quer vingança contra os indivíduos que mataram sua família (e ele junto). E assim,
Monco ajuda o fantasma a procurar os responsáveis pelo assassinato de sua família.

“-Quero vingar minha família. Nem que seja esse o único motivo para que eu viva daqui em
diante. Vou acabar com esses bastardos.”
Josh Pg.94

Com a ajuda do xerife Pat Stevenson, ambos foram atrás desse mistério onde envolvia
espíritos indígenas malignos (tipo Supernatural) e muito, mas muito tiroteio.

“-Mas que diabos aconteceu?
-Você se assustou feito uma franguinha e pisou em falso. Caiu de cabeça numa bigorna. Achei
que nem ia vê-lo vivo mais. Mas na duvida, arrastei você para dentro, antes que virasse alvo de
um maldito choctaw.”
Monco e Stevenson Pg. 102

Sem duvida esse foi o mais engraçado de todos. Faz-me lembrar o Tony Strark, sempre
fazendo piada.

“-O que quer dizer com minha ida... e espere aí! E por que continuou atirando depois?
-Só estava me divertindo. Se quisesse acertá-lo, teria feito.”

The Gun, The Evil And The Death

Essa é para encerrar, conta uma história muito diferente e de uma tortura sem tamanho.
Tom William Ketchum é praticamente um gangster, sai matando todo mundo e o resto é o
resto, não se importava com nada, não tinha remorso nem sentimentos. Isso começa a mudar
quando ele encontra um saloon aparentemente vazio onde está ocorrendo um julgamento.
Nesse meio tempo, Ketchum encontra um velho, que esperava o ultimo jurado para dar inicio
ao julgamento, onde Ketchum começava a se gabar de suas proezas como matador machão
do Velho Oeste, e começa a, detalhadamente, comentar todas as mortes que já executara.
Quando chega o ultimo jurado, Ketchum se surpreende com tal bizarrice e assim sua tortura se
inicia.

“E, diante deles, surgindo um após o outro da escuridão completa, apareceram onze
cadáveres. Todos com órbitas carcomidas, que antes eram olhos, fixando em Ketchum em
silêncio com suas bocas espalancadas.
Pg. 130

Certamente o livro foi muito detalhista (especialmente as mortes) e criou muito suspense
para mim, e também se tratou de um assunto muito esquecido pela maioria, sem contar a
complexibilidade de alguns monstros para poder imaginar. Sem sombra de duvida um livro
muito bom.

Alem de ter poucas historias, foi parcialmente sem muita participação de outros personagem,
certamente se houvesse mais seria muito colossal e magnífico.

                                                                Capa:4
                                                 Desenvolvimento da historia: 5
                                                               Enredo: 5

James McQueen
JAMES_MCQUEEN Metaleiro. Nerd. Viciado em Games, The Avengers, louco por mitologia, maluco por tecnologia ah e é claro, nerd AO EXTREMO.

0 comentários:

Postar um comentário

Comente! Sua opinião é muito importante para nós.