As Fanfics do Momento: Almas Prometidas

Bom dia, amigos! Mais uma quinta-feira, mais uma indicação de Fanfiction. Hoje vocês irão conhecer uma autora que prefere se manter anônima, e sua história que está fazendo muito sucesso por aí, especialmente por apresentar uma categoria nova de "seres fictícios" (chega de vampiros e lobisomens!) – os sugadores de almas. Gostaram? Para entender melhor o que isso significa, vamos conferir a resenha, os melhores comentários, e, é claro, a entrevista.

Almas Prometidas
"Almas Prometidas" conta a história de uma garota comum com uma vida comum... ou, pelo menos, era o que parecia. A reviravolta na vida da protagonista começa quando uma antiga paixão de infância se muda para perto da sua casa. O garoto é o típico "super popular", bad boy, que costumava ser o melhor amigo da principal até o momento em que, aparentemente para manter a sua popularidade, ele a desprezou completamente e cortou relações com ela durante muito tempo. Até então, ela não tinha ideia do verdadeiro motivo pelo qual ele o havia feito. Mas após a sua mudança para bem perto dela, os dois começam a se reaproximar, e a protagonista descobre que o seu melhor amigo é na verdade um ser... sem alma! Para sobreviver, ele precisa sugar as almas de outras pessoas, as quais não o fortalecem por muito tempo, obrigando-o a sugar almas de criminosos frequentemente. 
Mas as surpresas não param por aí: os "sugadores de almas" possuem uma alma gêmea, um ser humano a quem eles amam por toda a vida, e, obviamente, a alma gêmea dele é a principal. Só há um problema: se uma alma prometida for sacrificada durante um eclipse lunar, ela dá àquele que a sacrificou o poder da vida eterna. E agora uma sociedade de caçadores de almas gêmeas está atrás da protagonista, e a única forma de impedi-los é destruindo um livro sagrado que está sob custódia da sociedade de caçadores e cuja localização é desconhecida. Um livro que é quase impossível de se encontrar.

Interessantíssimo, não? E criativo! A autora, Anonymous girl writer s2., criou um universo completamente novo para os leitores. Tecnicamente, essa história não é uma "fanfiction", uma vez que não é baseada em nenhum outro livro, filme, mangá ou pessoa. A história é completamente original, apenas publicada em um site de Fanfictions. É difícil encontrar algo assim!

Os melhores comentários
"Isso é que é um bom tema pra história. Diferente de tudo o que eu já li aqui no site, e muito bem escrito por sinal. Eu estava crente de que o cara era um lobisomem ou um vampiro, maaaas não, ele é um sugador de almas. Essa foi muito boa, nunca que eu ia adivinhar. Adoro.
Eu só fiquei curiosa pra saber de onde você tirou a ideia da fic e com quem você escreve, porque não é muito comum esse lance de sugar almas e pá. Mas você está de parabéns, eu não costumo ler história com personagens muito novinhos (tipo 16 pra baixo) porque acho meio estranho (já que eu sou mais velha e tal), mas você super me surpreendeu. Parabéns. E mande mais att, fiquei curiosa."
- Carol

"Estou apaixonada por essa fic, sem brincadeira! Quando vai ser a próxima atualização mesmo? Porque eu estou precisando de mais. Decidi lê-la quando a vi na att, então nem li a descrição nem nada. Ou seja, nem sabia que tinha pessoas sobrenaturais, nem sei se na descrição fala que tem, né?  
O que eu sei é que amei sua fic, super envolvente e que me faz querer chorar porque eu quero alguém como o guy principal, sem ser sugador de alma, por favor, hahahahahaha. Enfim, o comentário já muito grande. Espero ver 'Almas Prometidas' de novo na att e que não demore para isso acontecer!" 
- Nina

"Nossa, estou fascinada com a história e como você escreve, nem sei o que esperar da próxima atualização, é uma fanfic que tinha tudo para ser mais um clichêzinho de novela das nove, mas é incrivelmente bem estruturada. Espero sinceramente que o enredo continue cativante e que suas palavras me prendam tanto quanto agora." 
- May Lioncourt

♦ Entrevista
Almas Prometidas traz ao leitores uma ficção inusitada, que foge ao clichê dos vampiros e anjos caídos. Como foi que a ideia dos "desalmados" surgiu?
Eu sempre tive essa ideia na verdade, sempre que penso em sobrenaturais penso em: anjos, vampiros, lobisomens e sugadores de almas... Mas nunca tinha visto uma história que tivesse um como personagem, e já que ninguém tinha tido a ideia, eu resolvi criar uma que fugisse do clichê. Demorou até que eu desenvolvesse toda a atmosfera e a história por trás da existência deles, mas com um tempo as ideias foram aparecendo naturalmente.

Como se deu a composição dos seus personagens? Houve algum tipo de base na vida real ou foi uma criação mais aleatória?
A personalidade do Eric é inspirada no Patch da saga "Hush Hush", ele é meu eterno amor, admito (risos), mas não são a mesma pessoa, porque eu corrigi algumas coisas que eu não gostava no Patch e também quis dar uma personalidade própria para o meu personagem, não gosto muito de imitar obras que já existem. Mas os outros personagens vieram da minha cabeça mesmo, eu quis que a Lara fosse alguém mais forte e decidida que a maioria das mocinhas frágeis que costumo ver nos livros de romance, mas preservei algumas características para não quebrar o modelo. E os outros, eu fiz de acordo com minha vontade, fui criando a partir do que eu achava que faltava na história.

Como as leitoras têm recebido a sua fic com essa nova ideia de ficção? Os comentários são uma forma de incentivo?
Muita gente gosta (risos), mas ainda tem gente que chega a dizer que parece muito com "Crepúsculo", eu fiz tudo para que isso não acontecesse, mas respeito a visão de cada um. Os comentários são as melhores coisas, acho que não sei se continuaria escrevendo para mim mesma, depois de ter descoberto a sensação de ter leitores, é ótimo ser reconhecida.

Soube que a fic já está finalizada, e você a publica aos poucos. O que pode adiantar aos fãs ansiosos sobre os próximos capítulos?
Eu queria deixar no suspense, porque senão eu acabo falando demais (risos), mas só posso dizer que em uma certa parte da história, o Eric vai deixar a Lara, mas não se desesperem, muitas coisas vão acontecer.

Você tem planos para outras fanfics? Tem a intenção de escrever alguma coisa quando Almas Prometidas terminar de ser publicada?
Ah, você acha que eu não já escrevi? (risos) Eu não paro de escrever nunca, assim que terminei "Almas Prometidas" eu já queria mais. Tenho milhares de outras fanfics além dessa, mas em outros sites, mas garanto que "Almas Prometidas" sempre será meu xodó, a que me orgulho mais em ter escrito.

Mande um recado aos leitores do Drunk Culture que não conhecem a sua fic. Diga porque acha que eles deveriam lê-la.
Gente, eu garanto que se vocês lerem minha fic não vão se arrepender, ela tem tudo pra deixar você intrigado, emocionado, e fazer você se sentir na história, e eu garanto porque trabalhei muito pra isso. Se você gosta de suspense e romance quente, vai em frente e leia. Ainda vão me fazer muito feliz.

Além de escrever super bem, ela ainda é uma fofa, não é? Esperamos ver mais fanfics dessa autora o quanto antes! Almas Prometidas está na sessão "Outros" (# – A) do site Fanfic Obsession. Tenho certeza que vocês irão gostar. Para atiçar ainda mais a curiosidade, vou postar um trechinho dos mais românticos: 

– Não ter uma alma é como... – Começou a explicar. – Não ter uma vida. Você se sente incompleto e vazio. Como se nada o prendesse na terra, nem a gravidade. – Suspirou. Eu acompanhei seus movimentos enquanto ele se aproximava, me puxando pela cintura. Respiramos o mesmo ar. Imaginava horrorizada como seria não ter nenhuma razão para viver, meus olhos ameaçaram encher de lágrimas. – A não ser que você esteja com seu par. – Sorriu. – É como se de repente nada faltasse. Sua alma preenchesse a você e a mim, não preciso mais de nada. 
O que acharam? Intenso, não? Bem, fico por aqui. Até quinta-feira que vem!


Sofia Queirós
SOFIA_QUEIRÓS Meu nome é Sofia Queirós - bem, mais ou menos - mas todos me chamam de Sofi. Eu sou o que devem chamar em português de livrólatra, mas suponho que isso não seja exatamente uma surpresa, uma vez que sempre acreditei que quem não é viciado em livros ainda não os conheceu verdadeiramente. No mais, provavelmente tenho outros interesses (como escrever), mas na maior parte do tempo estou lendo ou falando sobre livros. O que não impede ninguém de falar comigo sobre qualquer outra coisa - não se acanhem. Livrólatras não são tão antissociais quanto o estereótipo sugere.

0 comentários:

Postar um comentário

Comente! Sua opinião é muito importante para nós.