As Fanfics do Momento: Enchanted

Enchanted



Resenha: Enchanted (McFly – Em Andamento), por That. Sob o domínio do FFOBS.

Enchanted narra à vida da filha única do Rei da Dinamarca que sempre quis viver como uma pessoa normal, ou seja, sem restrições sobre o que deve ou não fazer.
A personagem principal tem sua vida cercada pela imprensa, porém isto não lhe agrada nem um pouco, pois ela quer viver livremente e até mesmo pensa em abdicar o trono, mais seu pai, Rei Frederico, tem planos muito distintos e em uma coletiva de imprensa anuncia que sua filha tem o prazo de dois anos para casar-se e assumir o trono, caso contrario, ele arranjará um casamento para ela.

1 – A sua Fanfic está ganhando destaque no Drunk Culture, qual é a sensação?
É a melhor possível! É sempre bom conseguir um espaço para mostrar o seu trabalho e ter mais visualidade. Eu confesso que fique surpresa quando abri o email, não esperava mesmo e fico muito feliz. 

2 – Como surgiu a idéia para criá-la? [A Fanfic]
Foi em uma das mil vezes que eu vi “O Diário da Princesa” e fiquei imaginando como a vida delas pode ser difícil e complicada, nem sempre o mar de rosas que imaginamos. Então tudo começou a se organizar por vontade própria em minha cabeça e quando dei por mim, o primeiro capítulo estava pronto. 


3 – O que os leitores costumam dizer nos comentários?

As meninas sempre gostam bastante do personagem principal e sempre o elogiam, falando que ele é fofo, lindo e etc. Eu acho que, na maioria das vezes, isso acontece é porque eles são tão irreais, que faz com todas desejem um para si. Não tiro a razão delas, eu também queria o personagem principal de todas as fanfics que eu lia.  

4 – A personagem tem alguma característica sua?
Talvez o fato de que ela sempre corre atrás de tudo que quer e não fica esperando que caia em seu colo. É uma pessoa persistente e determinada, e eu me vejo um pouco assim. Mesmo sendo uma pessoa que pode ter várias pessoas para fazer tudo que precisar, ela sempre tenta viver como uma ‘pessoa normal’.

 5 – Você teve alguma dificuldade para dar continuidade ao enredo? E se sim, o que você fez para contornar o problema?
Eu tenho esse problema constantemente, porque sempre que você pensa numa história, diversas ideias surgem, mas você precisa de coisas para uni-las e essas são as piores partes. Quando isso acontece, eu simplesmente tento imaginar que é um filme e então eu ‘descubro’ a cena que virá a seguir. Talvez eu consiga sentir que um personagem mereça mais atenção em um ponto ou um fato precise ser mais explicado, então eu faço alguns capítulos específicos para tratar dos buracos que ficam ao longo da história e assim ela fica mais concisa e explicada.


6 – O enredo parece bem solido, quero dizer, ele é rico em detalhes sobre a realeza, você pesquisou a respeito?

Eu pesquisei um pouco, como o nome do rei, que no caso é uma rainha. Os nomes são verdadeiros, o príncipe-herdeiro chama-se Frederico e sua espora Mary. Mas a questão de precisar ser casada ou ter 25 anos, foi invenção da minha cabeça com uma ajuda de “O Diário da Princesa 2”, eu nem sei se na Dinamarca eles possuem alguma regra. Quando eu descrevi a embaixada, eu não tinha visto nenhuma imagem e um tempo depois fui procurar por curiosidade, para a minha surpresa eu descobri que realmente há uma casa parecida com a que eu coloquei na história ao lado do prédio oficial. Nem preciso dizer que fiquei chocada, não é?


7 – Você tem alguma ideia para a sua próxima Fanfic?

Eu tenho uma história parada, que eu enviei um capítulo e ainda não consegui continuar. É uma história que eu sempre quis escrever, com um tema que me agrada. É uma história simples e cotidiana, mas há algumas diferenças, como os principais terem mais de trinta anos e dois filhos para criar. Acho que eu estou muito velha para histórias colegiais, então tentarei escrever algo mais adulto e espero que dê certo.


8 - Mande um recado para todos os leitores que acompanharam sua entrevista até o fim!
Eu queria agradecer todo o carinho. Espero que vocês embarquem na minha loucura também, pois não é legal ser louco sozinho. Eu estou sempre aberta a críticas, sugestões ou qualquer outra coisa, adoro conversar e saber a opinião das minhas leitoras. Vocês são a razão disso tudo e sem vocês nada seria real ou teria sentido. Um beijo a todas e até uma próxima vez.


0 comentários:

Postar um comentário

Comente! Sua opinião é muito importante para nós.