Estilhaça - Me 'Tahereh Mafi'

Boa Tarde Drunk Lovers! Seguinte, hoje eu acordei um pouco tarde e por isso acabei me atrasando com esse post e como daqui a pouco eu tenho que ir pra escola, não vou falar muito :D Antes, só uma pausa para homenagear Tahereh Mafi; ela é uma autora incrível!
Aproveitem!





Estilhaça- me – Tahereh Mafi


Sinopse:
_ Você não pode me tocar – Sussurro.
Estou mentindo; é o que eu não digo a ele.
Ele não pode me tocar; é o que quero lhe dizer.
Por favor, toque-me;
É o que quero lhe dizer.
Mas coisas acontecem quando as pessoas me tocam.
Coisas estranhas.
Coisas ruins.
Coisas mortas.

Ninguém sabe por que o toque de Juliette é letal, mas O Restabelecimento tem planos para ela. Planos para usá-la como arma.
No entanto, Juliette tem seus próprios planos.
Após uma vida inteira sem liberdade, ela descobriu uma força para lutar contra todos pela primeira vez – e para obter um futuro com o garoto que ela pensou que fosse perder para sempre.


Resenha por Kate: Sexy. Arrebatador. Sombrio. Estilhaça-me é uma mistura de terror e romance... Extremamente único. Nunca li nada igual, é uma história que ficará em minha cabeça para sempre. Confesso que a capa do livro me cativou antes mesmo de lê-lo ‘My Touch is lethal. My touch is Power’, eu não consigo parar de repetir essa frase. O engraçado é que, por mais que meus amigos blogueiros afirmem ‘não aguentar mais esses livros de ficção’ ou que ‘eles estão ficando muito repetitivos’ eu não penso assim, pelo contrário, penso que as ficções estão ficando cada vez melhores. Estilhaça-me é uma prova e tanto disso.

“O quarto está impregnado do cheiro de pedra molhada, solo revolvido; o ar está úmido e terroso. Respiro fundo e ando na ponta dos pés até a janela apenas para pressionar o nariz contra a superfície fria. Sinto minha respiração embaçar o vidro. Fecho os olhos ao som de um suave tamborilar permeando o vento. As gotas de chuva são minha única lembrança de que as nuvens tem pulsação. De que eu também tenho uma.” Pág. 9

Juliette tem um dom e uma maldição; ela não pode tocar ninguém, ou ser tocada sem ferir gravemente e até matar a outra pessoa. E ao inicio, quando ela se vê presa em um manicômio obscuro, nós acompanhamos de perto seu sofrimento. Ela nunca teve uma vida feliz, desde sempre, seus pais a evitavam e sentiam repulsa por sua filha ser um monstro. Todos tinham medo dela, de se aproximar dela. E Juliette passou a vida inteira acreditando que realmente era uma aberração. Isso até Adam. Adam, o único a enxergar Juliette como uma pessoa que só precisava de carinho, só precisava de alguém que se importasse com ela...

E Juliette vai descobrir o amor, vai descobrir como é ser tocada por alguém, porque Adam é o único que pode tocá-la. Sem acabar morrendo por isso.
E então um dos melhores romances de todos os tempos se inicia. Um romance que me deixou sem fôlego.

“_ Então por que você está aqui? – sussurro, submissa, morrendo em seus braços. _ Por que... – Uma. Duas tentativas de aspiração. _ Por que você está me tocando?
_ Por que eu posso. – Ele quase irrompe um sorriso e quase me desenvolve um par de asas.
 _ Eu já toquei.” Pág. 107

Juliette também precisa aprender a lidar com O Renascimento, e com Warner. Ambos querem Juliette por motivos diferentes. O Renascimento, para usá-la como arma e Warner... Para que ela seja seu brinquedo.

A história me surpreendeu, pela primeira vez, eu realmente gostei da protagonista. Nada de clichê para nossa Juliette, ela é uma garota de ouro. E Adam, é simplesmente o homem dos sonhos de qualquer uma, e eu sei que costumo usar muito essa expressão mas Adam é fantástico. E juntos, bem, eles são imbatíveis. Também gostei de Warner, por mais que ele seja o vilão da história, ele tem uma personalidade e tanto e como eu tenho uma queda pelos bad boys...

“_ Não ousem atirar nela – diz Warner para os guardas, bufando. Ainda não toquei em sua pele, mas tenho a mais forte suspeita de que poderia esmagar seu coração na caixa torácica se eu apenas apertasse um pouco mais forte.
_ Devia atá-lo. – Minha voz é um sopro profundo, uma exalação descontrolada.
_ Você... – Ele tenta engolir. _ Você acabou... Você acabou de quebrar o concreto usando apenas as mãos.” Pág. 151

E esta foi uma das minhas capas favoritas adaptada pela Novo Conceito, eu babei mesmo nela. E o kit, também é extremamente perfeito! Parabéns pela diagramação e revisão, não encontrei nenhum errinho gramatical. E vocês caros Drunk Lovers, o que acham de ‘estilhaçar’ este livro com os olhos?



Capa: 5
Desenvolvimento da História: 5
Enredo: 5


ESPECIAL GINCANA



Kate Willians
KATE_WILLIANS Uma blogueira aquariana de 17 anos, que ama escrever e ler de tudo, adora The Vampire Diaries e é mais desastrada que um pato. Sonha em ser jornalista e acaba de publicar o seu primeiro livro; Debaixo das Minhas Asas.

0 comentários:

Postar um comentário

Comente! Sua opinião é muito importante para nós.