Book Tour João & Maria - Resenha #03

Boa noite Drunk Lovers, volto com a terceira resenha do Book Tour que estou organizando, do livro João e Maria. Desta vez, feita pelo lindo do Philip do Entrando Numa Fria, comentem :D


Fonte: Entrando Numa Fria



Nome: João e Maria
Autores: Ana Paula Bergamasco e Marcos Bulzara

ISBN: 978-85-99721-18-6
Páginas: 191
Editora: Todas as Falas
Ano: 2011
Avaliação: 3,5/5
Onde Comprar:  Clique aqui
O que você escolheria: O Amor ou a Razão? Maria é bonita, estudiosa, avessa à badalação e tradicional. João é lindo, extrovertido, arrogante e vocalista de uma banda de rock. …Ela jamais se aventurou numa paixão. Ele já singrou pelos mares de um amor fulminante. Eles não têm nada em comum. Mas foram feitos um para o outro.


Fui convidado para participar de um booktour realizado pela Kate do blog Drunk Culture. Confesso que não conhecia essa obra, mas já tinha ouvido falar dos escritores: Ana Paula Bergamasco e Marcos Bulzara - Apátrida e O Arquiteto do Esquecimento. Imaginava um livro daquele enredo conhecido de duas crianças, porém quando pesquisei mais sobre o livro meus pensamentos mudaram. Uma leitura leve, chamativa, fazia aquelas páginas transformar em horas de prazer e descanço mental. 

O enredo é apresentado sob à visão dos dois personagens centrais- João e Maria. A forma apresentada é muito interessante, primeiro porquê os autores dividem as falas. A Maria por conta da Ana Paula, e o João por conta do Marcos, tranformando aquelas visões em momentos interessantes para cada personagem. Lembrando que, o enredo é pela visão dos dois como mencionado, cada capítulo um entra em cena, apresentando aquele momento, e logo depois o mesmo momento é apresentado em outro personagem, seus pensamentos e ações. 

A história evolui em seis anos, desde quando Maria conhece João por vencer um concurso de televisão, até o momento do encontro entre os dois.

Maria é uma pessoa meio fresca, um pouco criança, fechando a cara para tudo, uma diferença de João, que com todas suas características, aquele brilho, Maria  se apaga. João é sociável, comunicador, mulherengo.... Maria é séria, retraída, fechada, insegura. Dessa forma, a trama necessita de um empurrão para que os fatos começem a desenrolar, medidos em obstáculos, e um deles é Pedro, noivo de Maria e melhor amigo de João. O personagem é bem definido, uma trama perfeita para o rumo que todo o enredo segue. 

Em João e Maria, acompanhamos uma narrativa em primeira pessoa, como dito, a visão de cada personagem, apresentado em cada capítulo. Assim, quando lia a visão de Maria, que por fim ficava incompleta, tinha chance de ver a visão de João, o que ele pensava daquele momento. 

A junção dos dois autores, não só funcionou como deu certo. Uma leitura muito leve, romântica e agradável para ser lido. A escrita sofreu uma concordância enorme, apresentando um resultado magnífico.

O motivo que classifico o livro, não pela arte da capa, que pelo contrário foi ótima, o alto relevo no nome do livro e a ilustração deixou com uma carinha musical e romântica. Para os adeptos de romance, é uma boa pedida. Voltando, falo pelo (clichê) que sempre presenciamos nesses livros. Um casal, que sofre durante e no final viveram felizes para sempre. Não aprofundando mais nos acontecimentos. Fora isso, a leitura é ótima e agradeço a oportunidade de lê-lo.


Kate Willians
KATE_WILLIANS Uma blogueira aquariana que ama escrever e ler de tudo, adora The Vampire Diaries e é mais desastrada que um pato. Sonha em ser jornalista e está tentando publicar seu primeiro livro.

0 comentários:

Postar um comentário

Comente! Sua opinião é muito importante para nós.