As Fanfics do Momento - A Caverna

Oi! Gostaria de agradecer a todos que tem comentado nas minhas postagens e acompanhado as resenhas de Lagoena, também gostaria de pedir novamente para que vocês indiquem a sua Fanfic preferida e que deixem o link, para que ela também possa estar ganhando destaque aqui no Drunk. Está Fanfic em especial me chamou atenção por ser sobre Nárnia, pois poucos autores ousam a escrever sobre está obra tão completa de C. S. Lewis:


Resenha: A Caverna (As Crônicas de Nárnia – Em Andamento), por Jess Gonçalves. Sob o domínio do FFOBS.

A Fanfic “A Caverna” é narrada após um mês da vinda dos antigos Reis. Ela é interativa e tão encantadora quanto à obra original de Clive Staples Lewis, pois Jess fez toda magia de Nárnia renascer novamente.
A personagem principal perdeu a mãe em um acidente de barco, e ao invés de odiar o mar, ela o adora, pois se sente mais próxima de sua mãe. Seu pai, Patrick O'Neil, sabendo disto resolve levar ela e Charles – o irmão mais velho da personagem – para velejar. E então uma forte tempestade cai sobre eles, à personagem acaba sendo engolida por uma grande onde e é levada a Nárnia.


Entrevista com a autora:

1 – A sua Fanfic está ganhando destaque no Drunk Culture, qual é a sensação?

Quando eu recebi o e-mail, a primeira coisa que eu fiz foi começar a rir. Tive uma daqueles ataques que escapa até lágrimas. Autoras sempre sonham em ter destaques em suas fanfics, mas Nárnia não ter muitas, pensei que A Caverna ia ser dessas que tem 2 ou 3 comentários até ser finalizada. Ter ganhado esse destaque é a melhor sensação do mundo.


2 – O que os leitores costumam comentar?
"Amei! Atualize logo." Também sempre tem uma que brinca "esquecendo" do rei antes de Caspian. Rio horrores, eles são uns amores.

3 – Como surgiu a ideia para criá-la? [A Fanfic]
Começando do início, foi quando eu terminei de ler uma fic sobre Nárnia no All Time Fics, eu fico tipo "Cara, preciso escrever algo que se passe em Nárnia". Quando a ideia começou a surgir eu não quis começar a escrever, eu já tinha umas trocentas histórias (okay, sou exagerada, eram só nove) em andamento no meu caderno e mais uma ia ficar complicado de organizar tudo. Mas a história em uma semana já estava quase completa e eu fiquei com tanto medo de esquecer, que eu comecei a escrever a primeiro capítulo na aula no mesmo dia.

4 – É a primeira vez que você escreve sobre Nárnia?
Sim, talvez por isso essa seja meu xodó. Nárnia foi parte da infância de muitos e escrever uma fic que se passa lá foi mágico.

5 – Você teve alguma dificuldade para dar continuidade ao enredo? E se sim, o que você fez para contornar o problema?
Tive alguns problemas em relatar o que aconteceu antes com os personagens, com as datas. Inicialmente eu queria fazer que a principal era brasileira, dos dias de hoje, só que não dava pra fazer isso sendo fiel ao livro, então tive que mudar muita coisa até começar a postar. Os nomes dos personagens eu tive que fazer uma eleição na sala para decidir, sou muito indecisa com isso. Em alguns pedaços no final eu fiquei meio "o que eu faço?". O jeito foi ficar encarando aquela folha em branco, colocar uma música que combinava com o momento e esperar a boa vontade da minha criatividade.

6 – Qual é o seu personagem predileto?
Aí é maldade. Eu amo todos! Certo, não posso falar Caspian, não é?  Principal não conta, eu sou obrigada a amá-lo. Gosto muito de escrever as cenas que a Ahava aparece. Pelo fato dos dois principais não terem mães, estarem sozinhos e serem jovens, ela virou uma figura materna sem que eu percebesse. Adoro o Charles também, o irmão da principal. Ele não teve muita atenção no primeiro capítulo, mas dá para sentir o jeitinho dele, que se confirma no final da história (Eu soltando spoilers).

7 – Você tem alguma ideia para a sua próxima Fanfic?
No momento para fanfic, não. Tenho algumas ideias iniciadas que podem vir a ser postadas mais tarde, mas acho que isso ainda pode demorar um pouco. Tenho mais duas fics em andamento em sites e elas estão precisando da minha atenção. Mas, do jeito que eu tenho alguns parafusos a menos, talvez meu nome apareça de novo com alguma fanfic nova.

8 – O que podemos esperar da Fanfic a partir de agora, quero dizer, você pode nos antecipar algo que irá ocorrer?
Como todo quase final de história, depois do capítulo 7 as coisas começar a ficar um pouco tensas entre os principais. Provavelmente vou levar alguns xingos de leitores por maltratar os principais.


9 - Mande um recado para todos os leitores que acompanharam sua entrevista até o fim!
O momento que esqueço como se digita. Estão de parabéns só por ter conseguido ler tudo isso! HAHA. Okay, agora é sério. Vocês que fazem essa trabalheira toda valer a pena. Obrigada para quem acompanha a fic desde o início, e se alguém começar a ler agora, obrigada do mesmo jeito. Vocês são simplesmente incríveis! Não tenham medo de falar comigo pelo twitter, tumblr, e-mail ou qualquer outro lugar, vou ficar mega feliz de falar com vocês, responderia todos os comentários, um por um, se não demorasse tanto (sou uma pessoa lerda, não se esqueçam). E, para finalizar, obrigada ao Drunk Culture por ter me pegado de surpresa em pleno sábado me propondo essa entrevista, por ter me dado essa incrível oportunidade.




Mais uma vez Jess obrigada! E então, o que vocês acharam?


Nina Reis
NINA_REIS Adora os livros de Nicholas Sparks e Rick Riordan, além de gostar especialmente de séries, pois a curiosidade sobre o próximo livro a encanta.

0 comentários:

Postar um comentário

Comente! Sua opinião é muito importante para nós.