Semana Especial - Elizabeth Chandler 'Destinos Cruzados' - Encerramento

Boa noite galera! Voltei só para encerrar o nosso especial Elizabeth Chandler com chave de ouro, então aproveitem bastante a minha última resenha da série Beijada :)



Beijada por um anjo ‘Destinos cruzados’ – Elizabeth Chandler

Sinopse: “Você me disse que eu tinha de seguir adiante. Disse que eu estava destinada a outra pessoa, mas não consegui me entregar...
... Não me deixe, Tristan. Por favor, não me deixe novamente. Eu preciso de você.”
Um ano se passou desde que o namorado de Ivy, Tristan, morreu. Depois disso, ambos seguiram em frente – Tristan para o outro lado da vida e Ivy para o doce e adorável Will. Agora, ela espera somente esquecer o horror do passado, deitar-se na praia com um copo de limonada e sair com seus amigos. Mas, então, um acidente de carro põe fim a vida de Ivy.
Em meio ao percurso para outra dimensão e tomando consciência da vida que deixou para trás Tristan a faz retornar à vida com um beijo apaixonado. Ivy acorda no hospital, cercada por Will e sua família, mas tudo aquilo em que ela consegue pensar é no amor que perdeu. Mas não são apenas as lembranças de Ivy que voltaram do passado. E dessa vez ela não tem certeza de que o amor possa salvá-la.

Resenha por Kate: Este livro de Elizabeth só prova o quanto a série evoluiu. Do ‘pacato’ Beijada 1, para o ‘definitivamente ruim’ A força do amor, para o ‘ótimo’ Almas gêmeas e enfim para o fabuloso Destinos cruzados. É assim que enxergo a evolução da série – antes, trilogia – confesso que me senti muito intimidade e até curiosa em relação a este quarto volume. Porque como eu tinha dito na resenha anterior, não havia pontas soltas, nenhuma deixa que pudesse vir a ser assunto em outro livro. Mas Elizabeth conseguiu. Ela criou novos temas, introduziu ali detalhes que se encaixaram perfeitamente e revolucionou ‘Beijada’.

Ao inicio, vamos apenas avaliar a arte de Destinos Cruzados. Todos os livros da série são realmente bonitos e bem trabalhados mas esses dois últimos – Almas gêmeas e Destinos Cruzados – realmente foram maravilhosos. Se possível a Novo Conceito conseguiu se superar, conseguiu transformar o que já era bonito em algo exuberante.  A revisão deixou um pouco a calhar, encontrei um erro ‘mediano’ na página 175.

João que ela que ficasse um pouco mais

Suponho que era para ter ficado ‘João queria que ela ficasse um pouco mais’ no entanto houve uma falha ali, não sei ao certo. Este foi o único erro mais grave que encontrei, os outros não foram relevantes. A Novo Conceito não costuma cometer erros graves pessoal, só avisando. É algo que raramente acontece.
Continuando, acho que Elizabeth foi um pouco ‘fria’ e ‘malvada’ com Will. Isso porque o suposto namoro dele com Ivy em Destinos Cruzados é extremamente falho. Ivy não gosta dele, e mesmo que sem que perceba acaba sendo fria e estúpida com Will. Acho que ele merecia uma namorada melhor. Ivy o magoa por demais, acho mesmo que ele deveria ficar com Beth. E surgiram personagens quais, a autora não havia citado em nenhum momento nos livros anteriores – Kelsey e Dhanya- isso me deixou meio confusa e com a sensação de que havia perdido algo.

Neste quarto volume Ivy vai para uma pousada das ‘parentas’ de Beth e eu achei interessante porque acho que ‘casa da Ivy, escola da Ivy’ já estava meio desgastante então esse foi um ponto positivo. A principio eu confesso, estava odiando o livro. Ele só me pegou quando João apareceu, não posso falar muito dele para não acabar soltando spoiler, mas é o personagem ‘protagonista’ nesse quarto volume. E por qual eu me apaixonei perdidamente [rindo].

“– O grupo de Philip se chama ‘Os Texugos’. Ele é o melhor batedor e apanhador do grupo.
– É claro que é o melhor. Ele é meu irmão.” Pág. 43

E achei muita ‘tolice’ as garotas brincarem com o tabuleiro Ouija, que para quem não sabe é um tabuleiro usado para invocar e falar com espíritos. Fala sério, Ivy e Beth já não tinham muita ‘experiência’ a esse respeito para brincar com essas bobeiras?

“Ele forçou um sorriso e disse: – O pessoal do hospital me chama de ‘João’. ‘João sem nome’ é o que escreveram na minha ficha, o que, acho, é um pouco melhor do que ‘Zé ninguém’.” Pág. 98

Mas há muito mais romance em Destinos Cruzados, o livro vale muito a pena! Alguns trechos que gostei:

“– Você não confia em mim. Will está enchendo a sua cabeça de dúvidas...
Defendendo Will, Ivy disse: – Não o culpe. Posso muito bem duvidar de você, sozinha.” Pág. 144

“– Vou comprar remédio de pulgas para ele.
– Vai ter mais sucesso comprando para mim. Kip disse que perdeu o maior tempo para conseguir prendê-lo para levar a um veterinário. Ele é selvagem demais para ser adotado, mas gosta de aparecer de vez em quando e ficar Por ai. Entendo porque somos perfeitos um para o outro – João disse secamente.” Pág. 168

“– Estou ouvindo – Beth disse por detrás de Ivy. – E ouço coisas que você não ouve.” Pág. 249

O final é bem surpreendente e me deixou muito curiosa sobre o próximo livro. Junto com Almas gêmeas foi meu favorito da série Beijada.

Capa: 5
Enredo: 5
Desenvolvimento da historia: 5






Kate Willians
KATE_WILLIANS Uma blogueira aquariana que ama escrever e ler de tudo, adora The Vampire Diaries e é mais desastrada que um pato. Sonha em ser jornalista e está tentando publicar seu primeiro livro.

0 comentários:

Postar um comentário

Comente! Sua opinião é muito importante para nós.