O Drunk Questiona (Internacional) - Nicholas Sparks



Boom dia Drunk Lovers! Hoje é um dia especial, nós iremos trazer em primeira mão, uma super entrevista com o autor mais bem cotado da atualidade: Nicholas Sparks! Foi uma surpresa maravilhosa receber as respostas dele, e em breve na CdC irei mostrar a carta que chegou direto da Carolina do Norte para nós. Por hora, aproveitem a entrevista que fizemos, e comentem bastante. 







O Drunk Questiona (Internacional) – Nicholas Sparks

Olá Nicholas, Eu estou muito feliz com essa entrevista! Você sabe que tem muitos fãs aqui no Brasil, né? Os seus romances são muito famosos aqui... Eu acho que você é o melhor autor nesse gênero literário. Então, o que você acha de nós, seus fãs brasileiros? Você pretende vir nos visitar?

Nicholas: Eu não estou certo sobre a minha próxima ida ao Brasil, mas eu espero ir em 2012. A decisão não é só minha; Em geral também tem a editora e a minha programação. Mas eu posso dizer que tive momentos maravilhosos em minha última visita ao Brasil e conheci várias pessoas fantásticas.

Seu último livro publicado no Brasil foi ‘Um Homem de Sorte’ e ele tem atraído ótimas criticas por parte de seus leitores. Então, eu preciso saber: Quanto tempo você levou para escrever esse livro? Quem inspirou você a criar Logan Thibault?

Nicholas: Um Homem de Sorte foi o único romance que foi concebido através de uma única imagem. Eu encontrei a mim mesmo imaginando um soldado no Iraque descobrindo uma fotografia de uma bela mulher. Essa imagem ia e vinha em minha cabeça e eventualmente, eu estava disposto a reunir uma história que, em minha opinião, os leitores gostariam de ler. Quanto a Logan Thibault, eu queria criar um personagem que fosse diferente dos outros, eu o criaria no passado. Logan é o tipo ‘forte e silencioso’ e eu ainda queria mostrar os efeitos que uma guerra poderia causar a um homem após estar em um campo de batalhas. Para Logan, isso se manifestou em sua caminhada, para encontrar – e agradecer – a mulher na fotografia.

Quase todos os seus livros acabaram como filmes e até agora, todos eles foram maravilhosos! Um Homem de Sorte é um deles, Zac Efron estrelará como Logan Thibault – o protagonista – Então, você está feliz com o resultado final? Você acha que Zac Efron foi uma boa escolha para viver Logan nas telonas?

Nicholas: Eu estou muito feliz com a versão cinematográfica de Um Homem de Sorte. É um filme terrível com um elenco maravilhoso. Zac fez um trabalho fantástico como Logan Thibault. Ele não deixou nada passar despercebido em sua atuação.

Considerando todos os seus personagens, qual o seu favorito? Por quê?

Nicholas: Eu não tenho um personagem favorito, porque eu sempre tento criar personagens que, se reais, seriam pessoas próximas a mim, pessoas que eu gostaria de ter ao meu lado. 

Como escritor eu acho que você lê muito também. Então, você tem um gênero literário favorito? E qual autor você admira? Nós sabemos que você tem uma vida corrida. Mesmo assim você ainda tem tempo para ler?

Nicholas: Eu não tenho um gênero favorito, simplesmente porque eu leio muitos livros. Na verdade eu gosto de qualquer um que seja interessante e bem escrito.

Eu acho que todos os seus fãs gostariam de saber, como você começou como autor? Quando você percebeu que queria ser um escritor? (Quando você notou que era bom escrevendo?)

Nicholas: Eu comecei a escrever por puro capricho, quando eu tinha 19 anos. Eu escrevi um romance durante o verão, primeiro para ver seu eu conseguiria terminá-lo. E eu consegui. Não ficou muito bom, claro, e nunca foi publicado. Mas eu aprendi muito com a experiência, e anos depois, quando eu me sentei para escrever ‘O Diário de uma Paixão’, eu sabia que conseguiria. Eu também pensei que a história era intensa o bastante. A única coisa que eu não sabia era que eu podia escrever bem. Eu só estou agradecido aos leitores por terem gostado dele.

Você sempre participa do processo de produção dos filmes que foram baseados nos seus livros? Você acha que todos eles foram fiéis ao enredo central?

Nicholas: Eu sempre visito os sets de filmagem e vou ás premieres, mas algumas vezes não tenho muito tempo. Eu já fui roteirista e produtor, então em alguns casos, eu também tenho um papel no elenco e locação.

Como é o processo de criação dos seus personagens? Como você os constrói?

Nicholas: Para construir um personagem, eu começo com o que eu sei (idade, ocupação, um pouco de sua história), e só depois eu vou escrever. Os personagens começam a criar vida por si próprios.

Quanto tempo você leva para escrever um livro? Você considera uma tarefa difícil; escrever sob pressão? Isso já aconteceu com você?

Nicholas: Eu demoro de quatro a cinco meses para escrever um livro, trabalhando quatro ou cinco dias na semana. Escrever bem é sempre um desafio e eu geralmente me atraso com o prazo. Mas eu trabalho bem sob pressão.

O seu sonho não era ser um atleta? Você está feliz como escritor?

Nicholas: Uma vez, eu quis fazer parte do time olímpico, mas eu não tive a oportunidade, porque me faltava habilidade para tornar aquele desejo realidade.

Questões Rápidas:

Um livro: A Passagem – Justin Cronin
Um escritor: Stephen King
Um filme: O Contador de Histórias
Um músico: Bob Marley
Uma pessoa: Minha esposa e filhos.
Uma frase: “Era uma noite escura e tempestuosa.”

Eu estou realmente feliz com essa entrevista, eu nunca pensei que você fosse me responder, mas você respondeu! Muito obrigada! Você pode deixar uma mensagem para seus fãs brasileiros, e seus leitores? E sobre o nosso blog ‘Drunk Culture’, você pode deixar uma mensagem para nós também?

Nicholas: Obrigada por ler – e gostar – de meus romances! Eu mal posso esperar para voltar ao Brasil!!!


ESPECIAL GINCANA 

0 comentários:

Postar um comentário

Comente! Sua opinião é muito importante para nós.